Seja um colaborador do Brasil Maçom

A Lógica e a Retórica

O estudo da Gramática conduz naturalmente ao da Lógica, isto é, à compreensão do Verbo ou Logos que constitui a Realidade interior representada por cada símbolo ou letra da Verdade, assim como ao reconhecimento de suas relações.

A lógica é pois, primitivamente, a faculdade de relacionar as letras simples para formar e interpretar palavras ou orações, isto é, conjuntos harmônicos que tem um sentido definido; e este sentido possui o mesmo Verbo ou logos que se encontra no princípio de tudo: “Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez”.

A Gramática, ou seja o estudo dos símbolos, é pois, uma introdução ao conhecimento ou percepção espiritual da Realidade que é o Verbo. Este conhecimento faz-nos entrever a relação lógica entre todas as coisas, e particularmente entre as causas e princípios invisíveis e seus efeitos visíveis.

Com a Retórica aprendemos o uso deste conhecimento, levando à expressão, o Verbo ou princípio latente do que desejamos. A eficácia e efetividade desta faculdade depende inteiramente do progresso realizado na precedente: devemos aprender a relacionar-nos intimamente com o Verbo Criador, para poder expressá-lo e depois vê-lo manifestado.

Quando entendemos o significado esotérico destas duas Artes, facilmente compreenderemos porque o aprendiz pode tão somente familiarizar-se com seus primeiros rudimentos, na medida em que estes o ajudam a melhor dominar a Gramática. Somente ao Companheiro será possível medir com sua inteligência os significados da Lógica, e só o Mestre poderá avançar com real eficiência no domínio da Retórica.

Fonte: Sociedade das Ciências Antigas
Colaboração: Renato Burity

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

error: O conteúdo está protegido.