Seja um colaborador do Brasil Maçom

BEM-VINDOS À MAÇONARIA

Ninguém ama aquilo que não conhece bem e nem se esquece daquilo que ama. Ninguém dá o que não tem.

a) SIMBOLISMO MAÇÔNICO

O símbolo é imagem, é pensamento… Ele nos faz captar, entre o mundo e nós, algumas dessas afinidades secretas e dessas leis obscuras que podem muito bem ir além do alcance da ciência, mas que nem por isso são menos certas. Todo símbolo é, nesse sentido, uma espécie de revelação.


Na Maçonaria, o símbolo é constante e latente em todas as suas partes. É preciso, portanto, penetrar pacientemente seu significado.


Somente pelo estudo dos símbolos é que se pode chegar ao esoterismo. (Esoterismo opõe-se a Exoterismo; podemos traduzir livremente esses dois termos por ensino secreto e ensino público. Hoje, aliás de forma abusiva, a tendência é fazer da palavra esoterismo sinônimo de ocultismo.


Não podemos nos gabar ou nos vangloriar de sermos um “Iniciado”, ou, em outras palavras, de ser o único a estar de posse do Conhecimento e da Verdade.
“Iniciado” (de initium, começo) quer dizer simplesmente “colocado no caminho”, e o Maçom sincero sabe, mesmo quando se tornou Companheiro e Mestre, que ele continua a ser um Aprendiz.

Entre com a senha do Grau REAA

Este conteúdo é protegido por senha do Grau do REAA. Por favor, verifique a senha para desbloquear o conteúdo.

  • Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os Irmãos, – traduz a satisfação e a alegria do Amor Fraternal.

  • Valdemar Sansão
    E-mail: vsansao@uol.com.br

    Fontes consultadas:

    “A Simbólica Maçônica” – Jules Boucher;

    Instruções Complementares Para Maçons 1º Grau – GOP);

    “O DESPERTAR PARA A VIDA MAÇÔNICA”
    Da Primeira à Sétima Instrução – Grau I
    Valdemar Sansão (aguardando publicação)

    Você pode gostar...

    1 Resultado

    1. Daniel Silva disse:

      E é possível se tornar um maçom

    Deixe uma resposta