BREVIÁRIO MAÇÔNICO

A definição mais simples que se possa referir é que a Maçonaria é uma Sociedade Secreta.

O ritual iniciático a define: “Uma Instituição que tem por objetivo tonar mais feliz a Humanidade, pelo amor, pelo aperfeiçoamento dos costumes, pela tolerância, pela igualdade e pelo respeito à autoridade e à religião”.

Essa definição representa, no entanto, apenas um comportamento exterior, uma vez que a Maçonaria agrega um grupo de iniciados que, além de amarem o próximo, amam-se a si mesmos, evoluindo mentalmente, na incessante busca do saber.

Toda instituição que recebe seus adeptos por meio de processo iniciático foge do comum, pois, existindo uma “seleção”, a Maçonaria ocupa-se dos problemas superiores, fugindo do vulgar.

O maçom, como elemento componente da instituição, por sua vez, deve comprovar pertencer à uma entidade seletiva e destacar-se do mundo profano, por exemplo.

Não se reconhece o maçom pelo “sinal”, pela “palavra de passe”, mas pela conduta.

O maçom foi “pinçado” mercê da vontade do grande arquiteto do universo, que é Deus, entre milhares de pessoas; é um “destaque” e por esse motivo ele faz jus às benesses que a Maçonaria dispensa.

O maçom deve, a todo momento, ser grato por ter sido “chamado” e demonstrar essa gratidão pelo seu viver.

 

Breviário Maçônico / Rizzardo da Camino, – 6. Ed. – São Paulo. Madras, 2014, p. 232.

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Lordfac2@gmail.com disse:

    Gosto de tudo que trata religião
    A evolução da consciência o despertar do eu sou um com tudo

Deixe uma resposta