Category: Rito Brasileiro

 
Share Button

Shittah ou Akangwn

A acácia da região do oriente médio tem a particularidade de ser uma árvore espinhosa e existe a especulação que a coroa de espinhos colocada na cabeça de Jesus era deste tipo de acácia. Esta palavra grega aparece em várias passagens da Bíblia mencionando a coroa de espinhos e também a árvore shittah.

(mais…)

 
Share Button

I – UM CAVALEIRO ROSA-CRUZ

Em 1834, Miguel Antônio Dias, sob o pseudômino de UM CAVALEIRO ROSA-CRUZ, lança em Portugal, na cidade de Lisboa, o livro “Biblioteca Maçônica” ou “Instrução Completa do Franco-Maçon”, que se constituía uma obra clássica inspirada num dos mais famosos manuais franceses da época, o de François Etiene Bazot, e essa edição abrangia apenas os Ritos Francês e de Adoção. (mais…)

 
Share Button

O Rito Brasileiro foi reconhecido e incorporado oficialmente pelo Grande Oriente do Brasil em 1914, quando era Grão-Mestre Lauro Sodré.

Teve curta duração inicial, ficando sem uso até meados da década de 1940. De 1940 até a década de 1960, houve várias tentativas de reerguer o Rito, porém sem sucesso. Somente em 1968, sendo Grão-Mestre o professor Álvaro Palmeira, este Rito foi regularizado, sendo praticado por várias Lojas até aos dias atuais. (mais…)