Especial “Nós de Gravatas”

 
Share Button

A história da gravata

Utilizada à origem pelos soldados para se protegerem do frio, a gravata aparece em França no reinado de Louis XIII. 
Nesse tempo, soldados croatas são recrutados pelo rei de França; eles levam ao pescoço um lenço atado. Até se pensa que o nome « gravata » seria uma deformação da palavra croata.
Por volta de 1650, a gravata instala-se no pescoço e na corte do rei Louis XIV. Cada um rivaliza de audàcia e elegância adicionando rendas e tiras de seda. Esta moda espalha-se por toda a Europa.
Usada pelos ricos e os dândis, a gravata atravessou os séculos seguintes e os continentes, evoluindo assim para novas formas.

Na segunda metade do 19º século, em quanto a era industrial revoluciona a indústria têxtil, uma gravata mais funcional, mais longa e mais estreita aparece. Nomeado « a regata », ele inscreve-se no tempo e continua a ser a base das gravatas atuais.

Em 1926, Jesse Langsdorf, inventor Nova Iorquino, teve a idéia de cortar a gravata num tecido em diagonal e de a realizar em três partes. Desde então mais elástico, a gravata moderna nasceu.

Hoje, dos estudantes nepaleses aos empresários de Manhattan, centenas de milhões de homens usam mundialmente as gravatas.

SITE DE NÓS DE GRAVATA: http://www.tieknot.com

Vídeos Diversos:

 Programa Tudo a Ver Parte 1

Programa Tudo a Ver Parte 2
Assim parece fácil.
Nó de Gravata (Semi-Windsor) ®

Nó de Gravata (Windsor) ®

Espero que possa ajudar os Irmãos.

Fonte:  Internet (diversos)

Cofundador e Administrador do Portal Brasil Maçom, Administrador da Loja Virtual Atelier do Maçom, Mestre Maçom Iniciado na ARLS Cidade de Vila Velha 89, Jurisdicionada à Grande Loja Maçônica do Estado do Espírito Santo (GLMEES), Designer, Programador e Desenvolvedor .NET de Sistemas WEB.


Deixe uma resposta