FATOS DESTAQUES, CULTURA, REFLEXÃO MAÇÔNICA, COMEMORAÇÕES E DESTAQUES HISTÓRICO 17 DE JANEIRO

 
Share Button

FATOS DESTAQUES, CULTURA, REFLEXÃO MAÇÔNICAS COMEMORAÇÕES E DESTAQUE HISTÓRICOS 17 DE JANEIRO 

1706 – Ir.’. Benjamin Franklin nasceu em Boston no dia 17 de janeiro de 1706 e faleceu na Filadélfia em 17 de abril de 1790. Foi um jornalista, editor, autor, filantropo, abolicionista, funcionário público, cientista, diplomata, inventor e enxadrista estadunidense Benjamin Franklin além de estadista e cientista ilustres, foi um dos maiores Franco-Maçons dos EUA. Teve um papel preponderante na revolta dos colonos americanos. Depois de sua eleição para o segundo Congresso Continental, Franklin organizou o serviço postal, tornando-se seu chefe, e ajudou Thomas Jéferson a escrever a declaração de independência, assinada em 4 de julho de 1776.

Na Maçonaria, foi Venerável da Loja As Nove Irmãs, em cujos registros figura com a menção “Ministro Plenipotenciário dos estados Unidos da América Setentrional”..

1723 – O REGULAMENTO GERAL da GL da INGLATERRA (1717-1813) apresenta o termo LANDMARK pela primeira vez.

1723 – Os especialistas também divergem sobre o surgimento do vocábulo “Landmark”, porém a maioria vai encontrá-lo em 1720, no Regulamento Geral coligido por George Payne e acolhido depois pela Constituição Maçônica do Bispo James Anderson de 17 de janeiro de 1723.
Nesse código foram fixados os princípios que já vigiam e que deverão reger a vida maçônica na parte espiritual e substancial, estabelecendo muitos enfoques que até hoje são seguidos.

1865 – FUNDAÇÃO da GL de NEVADA, EUA.

1872 – FUNDAÇÃO da GL de UTAH, EUA.

1910 Morre em Washington-EUA, Joaquim Nabuco – Maçom Ilustre

1989 Na tarde de 17 de janeiro, o presidente norte-americano George Bush apareceu nas telas dos televisores de todo o mundo para anunciar que os terríveis aviões bombardeiros americanos estavam decolando para dar início à guerra em nome de Deus. Para Bush, Deus é americano.

O presidente é presbiteriano. No dia 20 de janeiro de 1989, prestou juramento sobre a mais famosa Bíblia maçônica do mundo, conservada no museu Livingston da Loja “São João”, de Nova Iorque. É a mesma Bíblia sobre a qual George Washington jurou há duzentos anos. O “deus” que invocou no dia 17 parece ser uma divindade nacional, um herói da mitologia americana. O historiador italiano Gianni Vannoni identificou na história dos Estados Unidos duas almas que se opõem: a alma da “fronteira” e a alma da maçonaria.

No livro As sociedades Secretas do 600 ao 900, Vannoni explica: “O espírito da fronteira é o espírito da liberdade, e o espírito maçônico é o espírito do lucro, ou, mais exatamente, a tentativa de espiritualizar o lucro (…) a sua representação mais perfeita não é a Estátua da Liberdade, aquele fetiche de 45 metros de altura cuja pedra fundamental foi colocada solenemente pela Grande Loja de Nova Iorque, mas um pedaço de papel pequeno e ao mesmo tempo grande: o dólar. Por uma singular coincidência, a nota de um dólar tem impresso o símbolo maçônico da divindade: o olho onividente inscrito em um triângulo.

É o verso do selo nacional americano: o triângulo com o olho sobre uma pirâmide sem vértice, que constitui o seu topo. Essa curiosa combinação pode representar uma democracia teocrática. O símbolo foi introduzido pelo secretário do Tesouro da administração Roosevelt, Morghentau, em 1935, mas a sua elaboração remonta à época da guerra da independência”.Só dois dos mais de trinta presidentes americanos não eram maçons. George Bush “é maçom e pode se orgulhar disso”, como disse Giuliano Di Bernardo, Grão-Mestre do Grande Oriente da Itália. Foi o “deus” do dólar que Bush invocou para abençoar os bombardeiros ?

2011 – Na segunda-feira, 17 de Janeiro, Reriutaba adormeceu mais triste. Faleceu Ir.’.Adjemir Castro,76 anos, às 23 hs no Hospital do Câncer em Fortaleza. Era um reriutabense querido e respeitado. Ele presidia Loja Maçônica de Reriutaba. Seu corpo foi velado na Funerária Alvorada em Fortaleza onde a colônia reriutabense residente na capital teve a oportunidade de prestar as condolências a família. Na tarde de terça, 18, partiu para Reriutaba onde foi velado até a manhã do dia 19. Recebeu homenagens na Câmara Municipal e na Loja Maçônica.

Fonte: Grande Secretaria Geral da Educação e Cultura – GOU
Grande Oriente Universal

CULTURA MAÇÔNICA
FRATERNIDADE, COMPREENSÃO, HARMONIA E PROSPERIDADE.
Uma das necessidades urgentes do mundo moderno é a prática da fraternidade entre as pessoas. Em todos os segmentos das sociedades modernas, em vários movimentos esotéricos, nas instituições filosóficas ou religiosas, o tema fraternidade surge como premissa fundamental no entendimento e convivência entre as diferenças sociais.

A fraternidade não pode ser encarada como um dogma, muito menos como uma posição filosófica, nem muito menos política ou não se constitui em privilégio de determinados grupos sociais que professam uma fraternidade estabelecida institucionalmente, completamente fria, ou porque pertencem a alguma instituição em que seus estatutos e regulamentos estabeleceram a fraternidade como uma de suas regras de convivência.

A fraternidade ao contrário, tem uma caráter muito mais abrangente, subjetivo e pessoal, entranhado nos espíritos, forte como uma proposição espiritual ela não pode ser imposta por nenhum instituto jurídico ou convencional.

O sentimento real de fraternidade deve decorrer de um vínculo muito mais forte, cujo objetivo fundamental é promover a união das pessoas um ao outro, não apenas fisicamente, mas nos momentos de grandes angústias, de grandes necessidades ou mesmo em horas de desespero; a fraternidade é para ser praticada em todos os momentos e não apenas naqueles indicados nos regulamentos.

O catalisador que fortalece esse sentimento puro de fraternidade e o que fornece o vínculo fraterno entre os seres humanos não é senão a COMPREENSÃO?
A evolução do processo de sentimento fraterno passa, necessariamente, pela compreensão. E que tipo de compreensão seria esta? Seria a mera aceitação pelo ser humano de seu semelhante, com todos os seus defeitos, falhas ou circunstâncias existenciais?
Certamente a compreensão em seu fundamento mais puro não envolve tão somente um processo e aceitação ou adesão ao próximo e as suas circunstâncias de vida. A compreensão vai muito além de uma simples aproximação superficial, de um auxílio material ou de qualquer outra forma de ajuda objetiva.

A compreensão, no sentido da aproximação fraterna demonstra um estado de assunção, ou seja, deve o homem colocar-se mentalmente na situação de seu semelhante, entender seus motivos, avaliar seus valores comparando-os com seus próprios valores e a partir deste ponto procurar a integração completa com seu semelhante na busca de soluções específicas ou genéricas; pára conquistar valores mais elevados; deverá caminhar ombro a ombro com seu irmão na busca de uma compreensão ainda maior. E que nome poderíamos dar a este estado de compreensão senão de Harmonia? Eis a chave da verdadeira fraternidade: a harmonia.
Quando o homem encontra-se em perfeita harmonia consigo mesmo, integrado com os ideais pregados pelo Cristo, ele estará perfeitamente integrado ao seu semelhante e nada poderá detê-lo na busca da Luz maior, aquela Luz sem sombras e cheia de calor.

Não haverá limites ou obstáculos que possam deter seu espírito buscador. Não existirão barreiras materiais que possam deter seus desejos sinceros bem como a realização desses desejos. Nas horas em que formos tomados pela ansiedade e apreensão, devemos buscar na meditação, mesmo que por alguns segundos sobre os conceitos de FRATERNIDADE, COMPREENSÃO e HARMONIA, logo concluiremos que uma quarto conceito irá juntar-se a estes, é o conceito de PROSPERIDADE que leva o homem a construir o grande templo da virtude, que faz dele o grande instrumento de paz glorificado por São Francisco.

As armas de salvação foram mostradas, cabe agora a cada um de nós empunhá-las e sair para combater o Bom Combate. O momento é de edificação de uma nova ordem de espíritos voltados para as reformas materiais que possibilitarão construir um mundo novo, filtrado dessas mazelas que diariamente são publicadas em jornais.

Muitos dirão que nossas palavras são utopia, mas queremos lembrar aos irmãos que há pouco tempo na história queimaram sábios por afirmarem que o mundo era redondo.
Lembremo-nos de nossos antepassados que lutavam por melhores dias e sociedades mais compreensivas, harmônicas, fraternas e prósperas.
Fonte: Portal Cravo/Armando

REFLEXÃO MAÇÔNICAS 
QUE TIPO DE PEDRA QUE EU SOU NA CONSTRUÇÃO?
Este questionamento nos leva a buscar respostas no universo do imaginário coletivo pela sua sabedoria e experiência uma vez que, geralmente somos levados, pela nossa vaidade, muitas vezes nos conduzir ao erro.

Sendo a Ordem Maçônica uma escola onde se praticam os conhecimentos teórico-filosóficos que dela somente podem produzir bons frutos, seus adeptos devem ser dotados de integridade, probidade, lealdade e sobretudo tenham condições de contribuir com seu trabalho para melhorar e tornar melhores os seus pares.

O símbolo basilar que direciona nossos conhecimentos sobre a filosofia é a de que somos Pedra Bruta que deve ser lapidada e esquadrejada de modo que se torne adequado para suportar de modo o erguimento da construção do Eu.
Devemos ter consciência de que o ato de desbastar a Pedra Bruta existente dentro de cada Obreiro não se prende apenas ao fato de camuflá-la de ornamentos os quais apenas mascaram suas asperezas e arestas. O trabalho maior e mais penoso é fazer com que estas imperfeições se transformem em superfícies planas e polidas de modo que ao ser colocada junto às demais possa se ajustar com perfeição.

Temos a consciência de que nem tudo são flores e nesta busca muitos vem para a Maçonaria em busca de se servirem do ambiente para auferir benesses ou tirar proveito de situações estes são as autênticas Pedras Brutas, mesmo alcançando aos mais altos graus não conseguem aparar suas imperfeições, não passam de profanos de avental que de certa forma acabam denegrindo a imagem construída pela Ordem ao longo dos anos.

Pela ineficiência e comodismo de alguns maçons que se interessam pela Ordem, estas Pedras buscam ocupar lugares ou postos de destaque e para tornarem perenes seus desmandos na gana de poder e acabam se perpetuando na Ordem como profissionais desonestos.

Outro tipo de Maçom, comumente encontrado é aquele que se apresentam, nos primeiros graus como elementos promissores e cheios de vontade, mas quando atingem a plenitude se apagam como o borralho da lareira morno e sem o calor humano; muitas vezes por suas limitações intelectuais ou mesmo por falta de vontade de se dedicarem aos estudos.

Fonte: Portal Cravo/Armando

Frases do Pedreiro Livre: Quando a partida de xadres termina, o peão e o rei voltam pra mesma caixa (Pv.Chines)

COMEMORAÇÕES NACIONAIS E MUNDIAIS 17 JANEIRO
(Sexta-feira), 17º dia de 2014 (348 dias para 2015)

DIA DO TRIBUNAL DE CONTAS DO BRASIL

17 JANEIRO DIA DO TRIBUNAL DE CONTAS.Portaria 4/69
A história do controle no Brasil remonta ao período colonial. Em 1680, foram criadas as Juntas das Fazendas das Capitanias e a Junta da Fazenda do Rio de Janeiro, jurisdicionadas a Portugal.Na administração de D. João VI, foi instalado o Erário Régio, em 1808, e criado o Conselho da Fazenda, que tinha como atribuição acompanhar a execução da despesa pública.

Com a proclamação da independência do Brasil, em 1822, o Erário Régio foi transformado no Tesouro pela Constituição monárquica de 1824, prevendo-se, então, os primeiros orçamentos e balanços gerais.
A ideia de criação de um tribunal de Contas surgiu, pela primeira vez no Brasil, em 23 de junho de 1826, com a iniciativa de Felisberto Caldeira Brandt, Visconde de Barbacena, e de José Inácio Borges, que apresentaram projeto de lei nesse sentido ao Senado do Império.Somente a queda do Império e as reformas político-administrativas da jovem República tornaram realidade, finalmente, o tribunal de Contas da União.

Em 7 de novembro de 1890, por iniciativa do então Ministro da Fazenda, Rui Barbosa, o Decreto nº 966-A criou o tribunal de Contas da União, norteado pelos princípios da autonomia, fiscalização, julgamento, vigilância e energia.A Constituição de 1891, a primeira republicana, ainda por influência de Rui Barbosa, institucionalizou definitivamente o tribunal de Contas da União, inscrevendo-o no seu art. 89.
A instalação do Tribunal, entretanto, só ocorreu em 17 de janeiro de 1893, graças ao empenho do Ministro da Fazenda do governo de Floriano Peixoto, Serzedello Corrêa.

Logo após sua instalação, porém, o tribunal de Contas considerou ilegal a nomeação, feita pelo Presidente Floriano Peixoto, de um parente do ex-Presidente Deodoro da Fonseca. Inconformado com a decisão do Tribunal, Floriano Peixoto mandou redigir decretos que retiravam do TCU a competência para impugnar despesas consideradas ilegais.
Pela Constituição de 1934, o tribunal recebeu, entre outras atribuições, a de proceder ao acompanhamento da execução orçamentária, o registro prévio das despesas e dos contratos, o julgamento das contas dos responsáveis por bens e dinheiro públicos, assim como a apresentação de parecer prévio sobre as contas do Presidente da República para posterior encaminhamento à Câmara dos Deputados.

Pela Constituição de 1967, ratificada pela Emenda Constitucional nº 1, de 1969, retirou-se do tribunal o exame e julgamento prévio dos atos e contratos geradores de despesas, sem prejuízo da sua competência para apontar falhas e irregularidades que, se não sanadas, seriam, então, objeto de representação ao Congresso Nacional. Eliminou-se, também, o julgamento da legalidade das concessões de aposentadorias, reformas e pensões, ficando a cargo do Tribunal, tão-somente, a apreciação da legalidade para fins de registro.

O processo de fiscalização financeira e orçamentária passou por completa reforma nessa etapa. Como inovação, deu-se incumbência ao tribunal para o exercício de auditoria financeira e orçamentária sobre as contas das unidades dos três poderes da União, instituindo-se desde então os sistemas de controle externo, a cargo do Congresso Nacional, com auxilio da Corte de Contas, e de controle interno, este exercido pelo Poder Executivo e destinado a criar condições para uma controle externo eficaz.Finalmente, pela Constituição de 1988, o tribunal de Contas da União teve a sua jurisdição e competência substancialmente ampliadas.

Então o tribunal de Contas é um órgão de Controle Externo da execução financeiro-orçamentária da Administração Pública. Surge, inicialmente, com a preocupação do controle da legalidade dos atos de natureza financeira da Administração, mecanismo ainda hoje eficiente para zelar pela boa gestão dos recursos públicos.
Mais recentemente, com a promulgação da Constituição de 1988, passa a exercer, também, a fiscalização operacional e patrimonial das entidades públicas, abrangendo, ao lado da questão da legitimidade, os aspectos de eficiência, eficácia e economicidade.

Faltava ao governo coroar a sua obra com a amais importante providência, que uma sociedade política bem construída pode exigir de seus representantes
Fonte: UFGNet, Soleis, CEDI Câmara dos Deputados – DF
Fonte: portalsaofrancisco

EM ENTIDADES ESPORTIVAS
Agora é oficial: 17 de janeiro é o Dia do Trabalhador em Entidades Esportivas. O decreto instituindo a data foi publicado no Diário Oficial do Estado em 14 de dezembro, informa Jachson Sena Marques, presidente do Sindesporte, o Sindicato da categoria.

A ideia da criação do Dia do Trabalhador em Entidades Esportivas surgiu quando dos preparativos para os eventos relativos aos 60 anos do Sindesporte, completados em 17 de janeiro de 2011.
Abraçada pelo deputado Edson Ferrarini (PTB), a ideia virou projeto de lei, foi aprovada pela Assembleia Legislativa e recebeu a chancela do governador Geraldo Alckmin.

“A oficialização da data é uma forma de reconhecer e valorizar os companheiros do setor. Somos uma categoria que trabalha duro para garantir o lazer da coletividade, em todo o Estado, principalmente nos finais de semana”, afirma Jachson.
Mais informações:
www.sindesporte.org.br

(11) 3293.9100

Fonte: agenciasindical.
Dia do Auditor Técnico de Tributos comemorado no Estado brasileiro de Sergipe, conforme Lei Nº 6.027 de 10 de novembro de 2006.
Dia do Ceará comemorado no Estado brasileiro do Ceará, conforme Lei Nº 13.470 de 18 de maio de 2004, com a realização de um evento oficial no Município brasileiro de Aquiraz-CE, quando os Órgãos e entidades da Administração Pública estadual direta e indireta deverão celebrar essa data comemorativa e associarem-se à promoções de iniciativa oficial ou privada, e os estabelecimentos de ensino da rede pública do Estado cearense deverão promover comemorações cívicas que realcem a importância da data para o povo cearense, para marcar a data em que o Estado cearense conquistou autonomia da então Capitania de Pernambuco em 17 de janeiro de 1799, a partir de uma Carta Régia assinada pela então Imperatriz de Portugal, Dona Maria I, em virtude do crescimento populacional e econômico alcançado por cearenses daquele tempo.

Dia do Defensor Público do Estado comemorado no Estado brasileiro de Minas Gerais, conforme Artigo Nº 128 da Lei Complementar Nº 65 de 16 de janeiro de 2003, que definiu essa data comemorativa a ser celebrado no dia do aniversário da publicação dessa lei complementar, além de organizar a Defensoria Pública, definir a competência da mesma e dispôr sobre a carreira de Defensor Público do Estado mineiro, entre outras providências.

Dia do TCU ou Tribunal de Contas da União comemorado por brasileiros, conforme Portaria Nº 4 de 1969, que foi emitida pela presidência do TCU, para marcar a data da instalação do 1º Tribunal de Contas do Brasil, ocorrida em 17 de janeiro de 1893, tendo originariamente competência para exame, revisão e julgamento de todas as operações relacionadas com a receita e a despesa da União, , graças ao empenho do então Ministro da Fazenda do governo de Floriano Peixoto, Serzedello Corrêa.

Dia do Trabalhador em Entidades Esportivas comemorado no Estado brasileiro de São Paulo, conforme Lei Nº 14.650 de 14 de dezembro de 2011, para marcar a data da fundação do SINDESPORT [Sindicato dos Empregados de Clubes Esportivos e em Federações, Confederações e Academias Esportivas no Estado de São Paulo], ocorrida em 17 de janeiro de 1951.

Dia Estadual de Luta Contra a Violência e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes ou Dia Estadual de Luta Contra a Violência e a Exploração Sexual de Criança e Adolescentes comemoração do Estado brasileiro do Mato Grosso, conforme Lei Nº 7.482 de 31 de julho de 2001, para uma data comemorativa que deverá contar com programação organizada conjuntamente, pelo Governo do Estado de Mato Grosso, Assembléia Legislativa, Poder Judiciário, Procuradoria-Geral de Justiça e, a critérios desses, por organizações da sociedade civil.

Dia Internacional da Culinária Italiana ou “International Day of Italian Cuisines” comemoração que conta com o apoio do VCI [Grupo Virtual de Cozinheiros Italianos], formado por uma rede de profissionais da enogastronomia italiana que vivem fora da Itália, responsáveis por liderar o movimento contra a falsificação de receitas e ingredientes da cozinha italiana e por ações de divulgação da tradicional cultura da Itália, com o objetivo de evitar a disseminação de produtos e receitas que se dizem italianas, mas são falsas�, visto que as receitas italianas são fáceis, gostosas e baratas de se preparar, por terem como característica um perfil familiar e normalmente serem feitas para um grande número de pessoas.
Fonte: http://diasde.com/17-de-janeiro/#ixzz2qWu3ynVF

FATOS HISTÓRICOS DO DIA 17 DE JANEIRO 

Duplo sucesso dos Beatles
Em 17 de janeiro de 1969, os Beatles lançam Yellow Submarine. Poucas músicas deste disco são inéditas. O trabalho contém faixas, que em sua maioria, são músicas orquestradas e compostas por George Martin e que fazem parte da trilha sonora do desenho Yellow Submarine. Em 1999, o desenho foi lançado em DVD.

1793 – A Convenção Francesa decide por um voto de diferença, com 361 a favor e 360 contra, a pena de morte do Rei Luis XVI.

1817 – O General José de San Martín, junto de 4 mil homens, inicia cruzada na Cordilheira dos Andes para a conquista do Chile.

1910 – Morre Joaquim Nabuco de Araujo, escritor e político brasileiro que trabalhou pela abolição da escravidão.

1943 – Segunda Guerra Mundial: recomeça a ofensiva britânica na Líbia.

1945 – O diplomata sueco Raoul Wallenberg, que salvou dezenas de milhares de judeus durante a Segunda Guerra Mundial, desaparece na Hungria.

1958 – Êxito no primeiro teste do míssil americano Polaris. Os submarinos passam a se equipar com ele.

1966 – Colisão de dois aviões dos Estados Unidos. Quatro bombas atômicas caem, três nas proximidades de Palomares e a outra em Almeria.

1969 – Os Beatles lançam o álbum Yellow Submarine,na Inglaterra.

1982 – O desabamento de uma ponte pênsil sobre o salto de Sete Quedas, no Paraná, provoca a morte de 29 pessoas. Cerca de mil turistas ficam isolados e são resgatados por helicópteros.

1983 – A Nigéria expulsa dois milhões de imigrantes ilegais vindos de Gana.

1984 – Abertura, em Estocolmo, da Conferência sobre Desarme na Europa, em que participaram representantes de 35 países.

1987 – 50 pessoas desaparecem após o naufrágio de um navio, perto da ilha de Bohol, nas Filipinas.
1991 – O início da Guerra do Golfo leva ao racionamento de combustíveis no Brasil e postos passam a fechar à noite e aos domingos.

1994 – Um terremoto em Los Angeles, na Califórnia, causa 54 mortes, 5.420 feridos e a perda de US$ 35 milhões.

1995 – Um terremoto de 7,2 graus na escala Richter sacode a região japonesa de Kansay, causando 5.500 mortes e 26 mil feridos.

1996 – O ex-primeiro ministro da Itália, Silvio Berlusconi, vai a julgamento por acusações de corrupção alegadas por seus oponentes políticos.

1997 – Um tribunal na Irlanda concede o primeiro divórcio na história do país.

Fonte: Noticias.terra

Frase do Dia: Tribunal de Contas é um órgão de Controle Externo da execução financeiro-orçamentária da Administração Pública.


Deixe uma resposta