Seja um colaborador do Brasil Maçom

O SALÁRIO

“Todo operário é digno de seu Salário” é a palavra de ordem cristã e, maçonicamente, é a recompensa do esforço e da boa vontade.

O maçom recebe periodicamente o seu salário com o significado de premiação; esse prêmio corresponde ao recebimento de maiores conhecimentos.

Passa, assim, o Salário a ser parcela intelectual e espiritual.

O maçom, dentro do seu rito, recebe o Salário contínuo até chegar ao ápice de seu grau, quando receberá a “coroa”.

O Salário do pecado é a morte; o Salário do fiel é a Vida Eterna.

O maçom assíduo aos seus trabalhos é digno de receber o Salário Maçônico, como um direito a que se faz jus.

Porém, a máxima franciscana do que é dando que se recebe deve servir de norma para o maçom.

Nada deve esperar se não tomar a iniciativa da dação.

É a Lei Divina.

Breviário Maçônico / Rizzardo da Camino, – 6. Ed. – São Paulo. Madras, 2014, p. 356.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta