ORIENTE MONOCROMÁTICO

 
Share Button

Jamais devemos esquecer que o conhecimento maçônico não é formado nem consolidado somente pelo que está escrito nos rituais maçônicos fornecidos pelas Potências/Obediências.

Grande parte desse material diz mais sobre o cerimonial das sessões do que propriamente o conhecimento que se deve passar referente ao grau que estamos trabalhando. Existem, é claro, centenas de “chaves”, “referencias”, “sinais”, simples menções que foram inseridas nos textos
que são lidas e não compreendidas.

Tais situações não são descuidos dos autores. A situação foi estruturada bem ao estilo Matheus capítulo, 7 versículo 6: “Não deis aos cães as coisas santas, nem deiteis aos porcos as vossas pérolas…..”; e do alerta de Sigmund Freud: “Quem tem olhos para ver e ouvidos para ouvir, se convence que os mortais não podem ocultar nenhum segredo.

Portanto, para melhor entendimento das instruções maçônicas, se faz necessário que se tenha a boa vontade de estudar (ver e ouvir) os diversos ramos do conhecimento humano.

Enfim, vamos ao tema: O piso do oriente deve ser monocromático! É nos ensinado que o piso do ocidente deve ser ocupado inteiramente pelo Pavimento Mosaico ou que tenha ao centro uma estrutura (fixa ou móvel) composta de quadrados alternadamente brancos e pretos.

O Mestre Rizzardo da Camino ensina sobre o Pavimento Mosaico: “O Significado simbólico compreende várias interpretações, sendo a mais comum a mistura de raças, das condições sociais, do dualismo em todos os aspectos exotéricos e esotéricos.” O Bem e o Mal.

Ao mesmo tempo em que devemos estar atentos à dualidade que nos impõe uma escolha, também devemos compreender que somente na ação dos opostos é que se ocorre uma transformação.

O Ocidente é o plano material, onde as forças físicas atuam em plenitude, ali OS OPOSTOS SE ATRAEM e compreendemos que uma partícula (Homem) não pode modificar, por si só, o seu estado (1ª Lei de Newton). Faz-se então necessário atuar sobre este ser uma força diferente daquela em que ele se encontrava, para que haja a quebra da inércia.

Quanto maior o estimulo, a conscientização do certo e do errado, do bem e do mal, maior será a proporcionalidade da força (ação); e a aceleração (enlevo), atuará sobre nós. (2ª Lei de Newton.)

À toda ação corresponde uma reação (3ª Lei de Newton). Aplicar a Força certa no momento certo resulta na beleza. Por sua vez, se compreendemos as nuances da Beleza, sem tender para a futilidade, caminhamos para a Sabedoria.

Portanto, no plano material “Os Irmãos das suas colunas observam frontalmente esse pavimento para ter sempre presente o simbolismo do dualismo. O dualismo impõe uma escolha; não se pode abarcar ao mesmo tempo a presença e a ausência, o dia e a noite, enfim, o dualismo que
está em toda parte.”(Rizzardo da Camino)

Por sua vez, o Oriente representa o plano espiritual. Ali OS SEMELHANTES SE ATRAEM. Há apenas uma vontade, uma vibração, uma “cor”. Somente o Bem!

No Sêfer Ietsirá (O Livro da Criação 1:7) aprendemos que “O fato de o bem e o mal existirem no mesmo espaço físico também permite ao bem superar ao mal neste mundo. Novamente, isto só é possível no mundo físico. Em um cenário puramente espiritual, o bem nunca poderia estar perto do mal o suficiente para ter qualquer influência sobre ele. Nossos sábios nos ensinam que uma das principais razões do homem ter sido colocado no mundo físico foi superar as forças do mal. O Zohar expressa isto declarando que nós estamos aqui para tornar a escuridão em luz.”

Assim como o piso do Oriente, sejamos símbolos de luz monocromática, nossas vibrações/radiações eletromagnéticas devem ser compostas por um único comprimento de onda.

Um único desejo: Tornar feliz a Humanidade!

TFA
Quirino
Sérgio Quirino Guimarães
Delegado Geral do Grão-Mestre – G.’.L.’.M.’.M.’.G.’.
quirino@roosevelt.org.br (assuntos maçônicos)
quirino@glmmg.org.br (assuntos ligado à Delegacia)
Ano 08 – artigo 02 – número sequencial 442

Sinto muito. Me perdoe. Sou grato. Te amo.
Quatro frases que transformam qualquer realidade negativa. Pratique!

Fonte: JB News – Informativo nr. 1229 – jbnews@floripa.com.br

Cofundador e Administrador do Portal Brasil Maçom, Administrador da Loja Virtual Atelier do Maçom, Mestre Maçom Iniciado na ARLS Cidade de Vila Velha 89, Jurisdicionada à Grande Loja Maçônica do Estado do Espírito Santo (GLMEES), Designer, Programador e Desenvolvedor .NET de Sistemas WEB.


Tagged:

Deixe uma resposta