Rito de Schröeder

 
Share Button

Introduzido no Brasil em 1855 pela Loja “Zur Deutschen Freundeschaft” (À Amizade Alemã”) que foi fundada em Joinville, Santa Catarina no final de 1855.

O SURGIMENTO

Com a desvirtualização da maçonaria francesa, tirando-lhe a pureza da ritualistica, a maçonaria germânica sofreu suas influências negativas.
O alemão Friedrich Ludwig Schröeder  decidiu restaurar a tradição maçônica, buscando os antigos postulados oriundos da Inglaterra.
Desejoso de restabelecer a simplicidade na ritualística, Schröeder descobriu um pequeno ritual, sem autor, que se denominava “As três batidas diferentes”, o qual continha a pura e sonhada Maçonaria. Após exaustivos estudos e pesquisas escreveu o Ritual no qual está baseado o Rito de Schröeder, um rito simples contendo o que mais buscava, a essencialidade, simplicidade e moralidade.
Em 1790, ele consegue fazer com que as diretrizes corretas, contidas em seu Ritual, fossem adotadas pela maçonaria de seu País.
Em 1801, a Loja “Absalonzu den Drei Nesseln” (Absalão das Três Urtigas) editou o Ritual de Schröeder, sendo que a versão brasileira foi traduzida em 1982, pelo Irmão Gerhard Ludwig Reepo da Grande Loja do Rio Grande do Sul.

RITUALISTICA

No Rito Schröeder, o cortejo de abertura dos trabalhos é conduzido pelo Irmão Primeiro Diácono. Ao Segundo Diácono cabe cumprir o primeiro dever de um Maçom em Loja. Faz a batida do grau na porta do Templo e é respondido pelo Cobridor Externo.
Após cumprir essa formalidade o Venerável Mestre determina aos Diáconos desenrolar e estender o Tapete no centro do Templo.
Após o desenrolamento do Tapete, o Venerável Mestre passa uma pequena vela ao Primeiro Diácono que acende as menores. Em seguida o Venerável Mestre vai até a Coluna Noroeste e acende a vela da Sabedoria. Depois os Vigilantes acendem, respectivamente, as outras duas, Força e Beleza.
Após essa cerimônia o Venerável Mestre declara aberta a Loja.

O TAPETE

Uma peça que fica situada no centro do Templo cujos lados representam os quatro pontos cardeais. Na orla, há tres portas representando os três primeiros oficiais da Loja (O Venerável Mestre e os Vigilantes).

Há também diversas ferramentas de pedreiros que simbolizam o trabalho , o desenho da pedra bruta, na qual trabalham os Aprendizes.
Em torno do Tapete ficam três colunas portando grandes velas. A Coluna da Sabedoria fica na posição Nordeste, a da Força na posição Noroeste e a da Beleza no meio da orla sul do Tapete.

LIVRO DA LEI

Fica sobre o Altar do Venerável Mestre a Bíblia com as pontas voltadas para o Ocidente. Sobre ela permanece o compasso aberto em engulo reto, com as pontas viradas para o Ocidente e encobertos pelas hastes do esquadro. O Livro da Lei não é aberto em hipótese alguma.

Friedrich Ludwig Schröeder
Nascido em 1744, adotado por um casal de atores do teatro mambembe. Demonstrando grande inteligência, Schröeder conseguiu absorver com muita facilidade os ensinamentos através da mãe e do padrasto. Teve também uma formação teatral, pois atuava juntamente com seus pais no teatro.
Foi iniciado na Maçonaria em 1773 e logo sentiu a necessidade de simplicidade dentro da Maçonaria.

CHEGADA DO RITO SCHRÖEDER AO BRASIL

Contribuição de Werner Rinkus

O Rito Schröeder chegou ao Brasil em dezembro de 1855, com a fundação da Loja “Deutsche Freundschaft” (Amizade Alemã), por imigrantes alemães e suiços em Joinvile-SC.
Entretanto, este fato correu após a fundação do povoado denominado Dona Francisca, hoje muinicípio de Schroeder, cujo nome foi uma homenagem ao seu colonizador Senador Cristiano Mathias Schroeder, em 1851, sendo onde se concentraam as colônia germânicas e suíças, inicialmente.
Esta Loja (Amizade Alemã), em maio de 1859 uniu-se à Loja”Zum Südlichen Kreuze”(Ao Cruzeiro do Sul), que havia sido fundada em maio de 1856, tomando a nova Loja o título distintivo de “ Deutsche Freundschaft Zum Sülinchen Kreuze” Amizade Alemã ao Cruzeiro do Sul).
Naquela oportunidade, chegaram a compor o Rito Schröeder, cerca de 49 lojas, até o início da 1ª Guerra Mundial, somente no Rio Grande do Sul.
Infelizmente, o advento bélico fez com que o governo brasileiro, em 1917, proibisse as reuniões e o uso da língua alemã em todo o território nacional.
Esta proibição fez abater colunas todas as lojas Schröeder existentes. Assim permaneceu até 24 de junho de 1958, quando ocorreu a fundação da Loja Concórdia & Humanitas nº56, sob a jurisdição da GLMERGS, onde, então, voltou-se a desfrutar a beleza e o humanismo do genuíno Ritual Schröeder, primeiramente em alemão e posteriormente em português.
Entretanto foi no Estado do Rio Grande do Sul, que as lojas do Rito Schröeder se desenvolveram com maior ênfase, quando lá se estabeleceram as colonizações alamãs e italianas, surgindo (cada uma em sua época) fundações de associações, clubes e lojas maçônicas.
Com o advendo da 2ª Guerra Mundial, todas as lojas que utilizavam rito alemão foram obrigadas a trocar o seu rito (Schröeder) pelo rito Escocês. Com isso várias Lojas abateram colunas.
Havia muita pressão sobre os alemães e italianos, mormente sobre os alemães, já que eram os causadores diretos da 2ª Guerra Mundial. Quando, finalmente, foi permitida a reabertura das Lojas, no pós guerra, foi procurada uma maneira de se fundar uma loja no idioma alemão, a fim de preservar e manter as tradições e cultura germânica. Fundou-se, então, uma loja que trabalhava no Rito Escocês, porém, onde todo o ritual era lido e falado em alemão.
Somente tempos depois é que foi escolhido o Rito de Schröeder, sendo que, por falta de informações, possuía a denominação Schröeder, porém trabalhava no Escocês.
Assim surgiu de forma bastante peculiar, o Rito Schröeder no Rio Grande do Sul.
Com a chegada do valoroso Ir:. Kurt Max Hauster, da Alemanha, trazendo consigo o ritual alemão da Loja Absalom, foi que os irmãos daquela Loja tomaram conhecimento oficial, não só da formatação da loja, como, também, do rito, propriamente dito.
Todo o material então foi repassado à vários obreiros que se incumbiram de organizar as traduções, colocando-as em ordem para posterior elaboração dos rituais.
Feito isso, foi passado à Loja Concórdia & Humanitas, no dia 24/06/1958 (data oficial) e, assim, deram início aos trabalhos que têm curso até a presente data, principalmente nos estados do Sul do Brasil.

As Obediências tradicionais há alguns anos passaram a adotar este belo Rito, apesar do REAA, infelizmente,  ainda ser utilizado na maioria de suas Lojas. A Grande Loja Maçônica do Brasil – GLOMAB –  SP – pratica em todas as suas Lojas somente o Rito Schröeder, por acreditar que é um dos Ritos mais puros e oriundo das antigas tradições, antes da contaminação dos Altos Graus e o excesso de adorno no Templo, que conduz à vaidade e ao distanciamento da essência maçônica.

Ir:. Sérgio Sanna

Sob:. G:.M:. da Grande Loja Maçônica do Brasil – GLOMAB – Oriente de SP

Fonte:  sérgio sanna

Cofundador e Administrador do Portal Brasil Maçom, Administrador da Loja Virtual Atelier do Maçom, Mestre Maçom Iniciado na ARLS Cidade de Vila Velha 89, Jurisdicionada à Grande Loja Maçônica do Estado do Espírito Santo (GLMEES), Designer, Programador e Desenvolvedor .NET de Sistemas WEB.

Deixe uma resposta