Seja um colaborador do Brasil Maçom

SACERDOTE

Do latim sacerdos, vocábulo composto de sacer e dare, significando “o que pode dar”, no sentido de “sacrifício”; portanto, Sacerdote seria a pessoa habilitada a dar sacrifícios em nome do pedinte.

A humanidade, em todos os povos, cultos ou incultos, sempre contou com a presença do Sacerdote, representante da divindade; personagem dos mais respeitados, pelo poder místico que possui.

Os Sacerdotes e os Reis dominavam a terra; na rivalidade, verdadeiras guerras foram iniciadas; até pouco Tempo, a autoridade dos Papas rivalizava com a dos reis.

Justamente como ponto de equilíbrio, teria surgido a Maçonaria da Antiguidade.

Um agrupamento de homens sábios, servindo de intermediários e diluidores das acirradas competições.

Maçonicamente, o Sacerdote é o oficial que abre o Livro Sagrado e lhe faz a leitura, pois essa tarefa, pelo seu misticismo, transforma-se em ato oficiante, de oferenda, obediência e respeito.

Esotericamente, cada maçom constrói seu próprio templo, passando ele, misticamente, a ser Sacerdote desse templo.

O maçom precisa meditar sobre isso.

Breviário Maçônico / Rizzardo da Camino, – 6. Ed. – São Paulo. Madras, 2014, p. 348.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta