DEVER E OBRIGAÇÃO

Dever e obrigação são a mesma coisa?

Por dever cumpro minha obrigação?

Tenho o dever de cumprir minha obrigação?

É minha obrigação cumprir meu dever?

Tenho a obrigação de cumprir meu dever?

Qualquer que seja a fórmula, a base diz respeito a regras impostas.

Porém, na Maçonaria, os vocábulos são distintos. Percebemos a sutil diferença quando o Guardião da Lei diz ao candidato sobre como deverá ser seu comportamento se persistir em partilhar da nossa Ordem.

Ao final, o Orador alerta que o cumprimento dos deveres apresentados se tornará uma obrigação após a iniciação. Para tal, o candidato deve se manter forte e persistente, pois sua honra estará à prova por um
juramento solene.

Mas, os vocábulos apresentam uma ambiguidade. O candidato jura e promete.

Assim como dever e obrigação se equivalem, jurar e prometer, também se equivalem.

Feitas as perguntas e suas decorrências esperando gerar a saudável inquietude que gera reflexão, caminhemos ao proposito deste artigo.

Iniciamos o ano de 2023. Em breve, as Lojas reiniciarão os trabalhos, os Irmãos se paramentarão e estarão prontos a acompanhar o ritual e ansiosos para a hora do ágape, após as batidas de malhete. Um ano novo, que poderá ser igual ao velho, se mantivermos os mesmos comportamentos arcaicos e viciosos.

A Maçonaria não precisa de um ano novo. Ela precisa de Maçons trabalhando para que 2023 seja um novo ano assumindo seus deveres e obrigações e reafirmando suas promessas e juramentos.

O DEVER reside no plano da consciência. Refere-se a regras sociais e justas. São nossas PROMESSAS pela felicidade humana, em prol de uma ÉTICA coletiva.

A OBRIGAÇÃO, pelo contrário, é algo inconsciente. São regras internas do indivíduo forjadas em Leis Naturais. São condutas alicerçadas nos bons costumes, cujo JURAMENTO se faz sobre o livro sagrado da MORAL
individual.

O DEVER É ÉTICO, A OBRIGAÇÃO É MORAL
O MAÇOM É UM SER EM LIBERDADE.
O NÃO CUMPRIMENTO DOS DEVERES E OBRIGAÇÕES SAGRADAS NOS TORNA ESCRAVO DAS VICISSITUDES PROFANAS.

Antes de adentramos ao recinto sagrado de um Templo Maçônico, façamos um proposito pessoal de fazer diferente.

Que em 2023 sejamos reconhecidos como Obreiros. Que cada um seja o artificie necessário e disposto a tudo aquilo que propõem os Sãos Princípios de nossa Ordem.

Neste ¬17o ano de compartilhamento de instruções maçônicas e provocações para o enlevo moral e ético dos Irmãos, permanecemos no nosso propósito maior de disponibilizar uma curta reflexão a ser discutida em Loja. O Ritual não pode ser delapidado. A Ritualística deve ser seguida integralmente. O Quarto-de-hora-de-estudo é
fundamental em uma sessão Justa e Perfeita.

Sinto muito, me perdoe, sou grato, te amo. Vamos em Frente!

Fraternalmente

Sérgio Quirino

Grão-Mestre – GLMMG 2021/2024

Sérgio Quirino
MI 33 MMM KTP Shriner GM
Contato: 0 xx 31 99959-5651 / quirino@roosevelt.org.br

TAF,

Jair Duarte – M.M.(I) – GR 33º ‡ – MRA – CT – CM – KTP – Shriner
AGBRLS 7 de Setembro nº 45 – REAA – GLESP
Rua Luiz Gama nº 260 – Macuco
Or.·. Santos – SP
Reuniões às Segundas-Feiras – 20hs
Vide – Audi – Tace
jairduarte@uol.com.br

 Antes de imprimir, pense na sua responsabilidade com o Meio Ambiente.

Brasil Maçom
Brasil Maçom
Artigos: 100

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Descubra mais sobre Brasil Maçom

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading