Maçonaria Prince Hall: Uma Jornada de Luta, Fraternidade e Legado Afro-Americano

A Influência e Legado da Maçonaria Prince Hall na América Pós-Guerra Civil

A história da Maçonaria Prince Hall representa um capítulo fundamental na trajetória dos afro-americanos nos Estados Unidos. Fundada por Prince Hall, um ex-escravo africano que se tornou um líder proeminente e defensor da liberdade, essa instituição exerceu uma influência marcante na vida dos afro-americanos ao longo do século XIX e continua relevante até os dias atuais.

Origens e Fundação da Maçonaria Prince Hall (1775-1787)

Prince Hall, juntamente com outros 14 homens negros, foi iniciado na Maçonaria em 6 de março de 1775, em Boston, em uma Loja militar irlandesa. No entanto, devido à segregação racial, eles não foram reconhecidos pelas Lojas maçônicas brancas. Somente após uma luta árdua por reconhecimento, a “Loja Africana” recebeu uma carta constitutiva da Grande Loja da Inglaterra em 6 de maio de 1787, marcando oficialmente o nascimento da Maçonaria Prince Hall.

“Diante dessa discriminação, Hall buscou reconhecimento junto à Grande Loja da Inglaterra, que finalmente concedeu uma carta constitutiva à ‘Loja Africana’ em 6 de maio de 1787. Este evento marcou o nascimento oficial da Maçonaria Prince Hall, com a Loja adotando o número 459 da Grande Loja da Inglaterra.” (Fonte: Wikipedia)

Contribuições durante a Guerra Civil Americana e a Reconstrução (1861-1877)

Durante a Guerra Civil Americana e a Era da Reconstrução, a Maçonaria Prince Hall desempenhou um papel vital na vida dos afro-americanos, especialmente nos estados do sul e na fronteira ocidental. As Lojas de Prince Hall serviram como centros de atividades cívicas, sociais e políticas, promovendo a autonomia e os direitos dos libertos.

“Durante a Guerra Civil Americana e a Era da Reconstrução que se seguiu, a Maçonaria Prince Hall desempenhou um papel crucial na vida dos afro-americanos. Especialmente nos estados do sul e ao longo da fronteira ocidental, as Lojas de Prince Hall serviram como centros de atividades cívicas, sociais e políticas para os homens libertos e suas famílias.” (Fonte: Rede Colmeia)

Legado e Impacto Contínuo (1807 – Presente)

Atualmente, a Maçonaria Prince Hall mantém-se como uma das organizações maçônicas mais proeminentes nos Estados Unidos, com uma vasta rede de Grandes Lojas e membros. Seu compromisso com a igualdade, fraternidade e serviço comunitário continua a inspirar gerações de afro-americanos, mantendo viva a luta por justiça e igualdade.

“Seu legado de luta pela igualdade, fraternidade e serviço comunitário continua a inspirar gerações de afro-americanos. Como uma instituição que tem suas raízes na luta contra a escravidão e a segregação racial, a Maçonaria Prince Hall continua a desempenhar um papel vital na busca pela justiça e igualdade nos Estados Unidos.” (Fonte: Freemason.pt)

Biografia de Prince Hall (1735-1807)

Não se sabe muito sobre a vida de Hall antes da Revolução. Ele nasceu em 1735 e era escravo de William Hall de Boston. Um mês depois do Massacre de Boston, William Hall libertou Prince; seu certificado de alforria dizia que ele “não era mais considerado um escravo, mas sempre foi considerado um homem livre”.

Fundação da Loja Africana (1775)

Em 1775, Hall e quatorze outros negros livres juntaram-se a uma loja de maçons do exército britânico que estava estacionada em Boston. Após a partida dos britânicos, eles formaram sua própria loja, a Loja Africana No. 1, embora demorassem doze anos até que recebessem uma carta permanente. Hall se tornou o primeiro Grão-Mestre da Loja.

Ativismo e Influência Comunitária de Prince Hall (1775-1797)

Hall era ativo nos assuntos da comunidade negra de Boston, usando sua posição como “Venerável Mestre” dos maçons negros para falar contra a escravidão e a negação dos direitos dos negros. Durante anos, ele protestou contra a falta de escolas para crianças negras e finalmente abriu uma em sua própria casa.

Último Discurso de Prince Hall (1797)

Em seu último discurso publicado, seu encargo à Loja Africana em junho de 1797, Hall falou da violência das turbas contra os negros. Ele destacou a importância da paciência e da coragem diante da discriminação e do perigo enfrentados pela comunidade afro-americana.

Maçons Famosos da Maçonaria Prince Hall

A Maçonaria Prince Hall tem sido associada a várias figuras proeminentes na história afro-americana, incluindo:

  • Malcolm X
  • Booker T. Washington
  • Thurgood Marshall
  • Jesse Jackson
  • Louis Farrakhan
  • Richard Pryor
  • Al Sharpton

Esses maçons famosos contribuíram não apenas para a história da Maçonaria Prince Hall, mas também para o movimento dos direitos civis e para a promoção do empoderamento da comunidade afro-americana.

Legado Duradouro de Prince Hall

Prince Hall morreu em 1807 aos 72 anos. Um ano depois, sua loja o homenageou mudando seu nome para Prince Hall Grand Lodge. Seu legado como um líder visionário, ativista dos direitos civis e defensor da liberdade continua a inspirar não apenas os maçons de hoje, mas todos aqueles que lutam pela igualdade e justiça nos Estados Unidos e além.

Fontes:

Brasil Maçom
Brasil Maçom
Artigos: 100

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Descubra mais sobre Brasil Maçom

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading