O Ensinamento do Maço para 2021

Primeiramente esclarecemos que apesar das diferenças simbólicas estruturais e de uso, o malhete e o maço, ambos têm em comum a função de suscitar em quem acompanha seus movimentos, a veneração por aquele que o manipula.

Diante de um “maço maior” a autoridade se manifesta pela força. Já o “malhete maior” é conduzido por uma autoridade conquistada pela sabedoria.

A pancada do malhete impressa pelo Venerável Mestre chama para si a atenção de todos para o fato de que o que vem a ser tratado será Verdade. Antes de sê-lo, o tema passou além da Pureza de origem, pela Luz, até chegar aos esclarecimentos necessários para o bom andamento dos trabalhos.

O Maço é a ferramenta que serve para golpear madeiras e pedras. Assemelha-se a um martelo, no entanto, a cabeça tem peso e dimensão maiores, por isto remete à força.

A destreza com o Maço está diretamente vinculada à estrutura física de quem o manipula. O golpear não apropriado pode dilacerar, amassar, destruir e até resultar a peça a um nada.

Aqui adentramos propriamente no tema. Há incontáveis “ferramentas” e “proposituras” a serem tomadas a partir de hoje. Ano encerrado e confraternizações realizadas, chega-se ao início do calendário de 2021. Vamos, então, torná-lo realmente útil.

Neste momento singular da História, nossa vida deve fixar seu amparo na energia da Coluna Dórica. Diante das incertezas, que sejamos resistentes, vigorosos, sóbrios e estejamos diretamente assentados na realidade, verdadeiro alicerce para as sólidas construções. Invoquemos a Força para levarmos adiante nossos Sãos Princípios e Propósitos.

PORÉM, OBSERVEMOS COM CUIDADO O MAÇO QUE VAMOS ESCOLHER PARA CUMPRIR O NOSSO TRABALHO! AVALIEMOS DETALHADAMENTE OS BÔNUS E OS ÔNUS.

Um “grande” e “poderoso” maço poderá causar grande impacto ou até uma poderosa e irreversível destruição.

Nossa Força deve se manifestar na vontade de realizar e no real conhecimento dos nossos limites e capacidades.

A Força mal administrada transforma o homem um bruto ou um tolo. Da mesma forma, assim é a escolha da ferramenta (maço) que usaremos. Um maço se torna pesado, não por conta de sua estrutura, mas pela força inadequada daquele que não sabe usá-lo.

PARA CONSQUISTAR UM ANO DE REALIZAÇÕES EM 2021, FAÇAMOS, INICIALMENTE, UMA AUTOANÁLISE DO NOSSO POTENCIAL DE FORÇA.

EM SEGUIDA, OPTEMOS PELA ESCOLHA CORRETA DO PESO DE NOSSO MAÇO E; DE COMO E ONDE ATUAR PARA O PROGRESSO COLETIVO E DE ENLEVO PESSOAL.

Com a Força da sua determinação construa pedra por pedra o ano de 2021. Sua vida será sólida, segura e, naturalmente, a Beleza e a Sabedoria se juntarão a você.

Atingimos quinze anos de compartilhamento de instruções maçônicas. Nosso propósito fundamental é incentivar os Irmãos ao estudo, à reflexão e tornar-se um elemento de atuação, legítimo Construtor Social.

Sinto muito, me perdoe, sou grato, te amo. Vamos em Frente!

Fraternalmente
Sérgio Quirino
Grande Primeiro Vigilante
GLMMG

Grande Primeiro Vigilante da Grande Loja Maçônica de MInas Gerais
Contato: quirino@roosevelt.org.br

Os artigos publicados refletem a opinião do autor exclusivamente como um Irmão Maçom.


Os conteúdos expostos não reproduzem necessariamente a ideia ou posição de nenhum grupo, cargo ou entidade maçônica.

Ano 15 – Artigo 01 – Número Sequencial 806 – 03 Janeiro 2021

Você pode gostar...

Deixe uma resposta