COMO LAPIDAR A PEDRA BRUTA

Desbastar a Pedra Bruta é caminhar para o amor fraternal, é ter a força interna para praticar a solidariedade humana, é ir ao encontro da pureza, da Luz , da verdade, dos três últimos degraus do trono do templo, e que representam a evolução espiritual de todo Maçom.

Mas antes devemos entender que temos de mostrar a força, o trabalho, a ciência, a virtude, posturas não tanto espirituais e só apegadas a prática da vida, a práxis do dia a dia, a verdadeira prática maçônica de vida, a nossa ação para com o próximo e que justifica toda a moral da própria MAÇONARIA.

O Maçom é um ser que age na busca do bem para o próximo.
Entretanto, antes de tudo, é necessário o aparar das arestas, é necessário auto lapidação e como tudo aquilo que fere, há de doer, posto que, de PEDRA BRUTA a Cubo perfeito, haverá muito gemido para cada malho, mas a tarefa não foi feita para os fracos, os apáticos e temerosos.

O Maçom não é um covarde, e o Maçom posto que como tal, meus Irmãos me reconheceram.

Por isso aceito a Régua que mede às 24 horas do dia em que devo ser Maçom, esta mesma Régua que me mostra a justa medida daquilo que deverei lapidar.

Aceito o Maçom que mostra que é a razão quem coordena as ações de minhas mãos, instrumento de auxílio e de concretização do pensar e do sentir maçônico.

O CINZEL, que ensina a ser o esforço, lento, mas compensador, e que somente com ele poderemos furar a PEDRA BRUTA que somos nós, em busca da virtude, da iluminação, pela inteligência, em busca da purificação da alma.

E esta tarefa é do aprendiz e intransferível, pois é da própria antiguidade oriental que nos vêm a máxima que somente melhorando a nós mesmos, poderemos melhorar o mundo, os que não se salvam não podem salvar ninguém.

E finalizando, hoje sabemos porque todos os Irmãos são Aprendizes e que na reunião de Aprendiz é que se desbasta a PEDRA BRUTA tarefa esta que excede a um salário, é tarefa para toda a vida maçônica, é tarefa que vai ao encontro da luz do GRANDE ARQUITETO DO UNIVERSO.

A primeira instrução é o início da viagem para dentro de nós mesmos porque talvez, dentre os homens que andam pelas ruas deste mundo.

O Maçom seja aquele que consegue o milagre de caminhar para dentro de si mesmo.

E mais que isso, dentre muitas coisas que ele possa ser por definição,

O MAÇOM É O HOMEM QUE OLHA PARA DENTRO DE SI MESMO E SE APRAZ DO QUE VÊ.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

     

     

    Facebook - Brasil MaçomTwitter - Brasil MaçomInstagram - Brasil MaçomPinterest - Brasil MaçomYoutube - Brasil Maçom