Dicionário de Maçonaria – Letra E

Elementos – São os quatros elementos usados nas provas da Iniciação, já conhecidos dos antigos: terra (matéria física), ar (matéria psíquica), água (matéria sensitiva) e fogo (matéria mental).

Elevação de Grau – Genericamente é a passagem de um Grau para o Superior, mas cada cerimónia tem denominação especial. Iniciação para o Grau de Aprendiz. Elevação para o Grau de Companheiro. Exaltação para o Grau de Mestre. Havendo outras designações para os “Graus Filosóficos”.

Emblemas – Figuras representativas, insígnias, distintivo de Loja ou “Corporação Maçónica”.

Encarnado – É a cor do REAA, com o significado de zelo e fervor.

Encíclica – Circular que o Grão-Mestre, dirigiu às Lojas, ou esta aos seus Obreiros. Modernamente este termo está em desuso, mas ainda em prática pela “Igreja Romana”.

Entr∴ CCol – Entre Colunas

Era Maçónica – Época da qual se começam a contar os anos na cronologia da Ordem. Expressão actualmente em desuso. (Ver Verdadeira Luz e Era Vulgar).

Era Vulgar – Assim designa o calendário, usado modernamente no mundo todo. Nos documentos Maçónicos após a data apõe-se a sigla (EV), o que quer dizer do “calendário gregoriano”, adoptado mundialmente.

Escada – Símbolo de ascensão ou decadência, que é usada em Maçonaria.

Escada de Jacob – Emblema, figura no painel do Aprendiz, para lembrar as “sete” virtudes indispensáveis: temperança, prudência, justiça, fé, esperança, caridade e fortaleza da alma.

Escada de Mestres – Possuem dois lances de “cinco degraus”, cada um representa: a candura, clemência, franqueza, temperança e descrição.

Escada Misteriosa – Há uma escada com sete degraus para subir, consagrada: à justiça, à pureza, à doçura, ao trabalho, à prudência, à sinceridade, à coragem. Para descer: à gramática, à retórica, à lógica, à aritmética, à geometria, à música e à astronomia.

Escocês Trinitário (ou Príncipe das Mercês) – Título do Grau 26 do REAA.

Escocismo – É a prática dos Ritos Escoceses, que trata dos Graus acima dos “Graus Simbólicos”. Atribui-se a André de Ramsay, a criação destes Graus, tendo o seu desenvolvimento acontecido a partir de 1745, em França.

Escopro – Profissões industriais. Instrumento de aço com que se trabalha madeira e pedra.

Escrutínio Secreto – Acto de recolher e contar as esferas, que entraram numa urna. Este modo de votação é obrigatório, nos processos de ingresso na Ordem.

Escudeiro Noviço – Grau do Rito Escocês Rectificado.

Escudo – Em Maçonaria, os Graus por ela concedidos.

Esferas – Ciência, regularidade, sabedoria. Servem para votação em escrutínio secreto: as brancas aprovam e as negras reprovam.

Esfinge – Segredo, silêncio. Escultura que no Egipto era representado por uma estátua de leoa, com peito e cabeça de mulher; símbolo da deusa da sabedoria, “Neith”. É usada como símbolo dos trabalhos Maçónicos, que devem ser impenetráveis.

Esmoler – (Ver Hospitaleiro).

Esp – Espada

Esp∴ Flam – Espada Flamejante

Espada – Faca (ágape ritual); Símbolo de honra e da protecção recorda a combatividade.

Esperança – Uma das virtudes recomendadas aos Maçons em qualquer situação. “A esperança é a última que morre”.

Espiga – Recompensa do trabalho, fertilidade.

Espiga de Trigo – Emblema da recompensa de trabalho e ressurreição da vida.

Esquadria – Símbolo da rectidão recorda os deveres de vida recta.

Esquadro – Emblema da rectidão e da conduta, pela qual deve o Maçom pautar as suas acções.

Esqueleto – Fim da vida, caos, eternidade. Símbolo da “morte” é usado nas “Câmaras de Reflexão”, para lembrar-nos de que a ambição, vaidade e orgulho, nada valem tudo fica, pois a igualdade da vida não pode ser mudada.

Estandarte – Adornos usados pelas Lojas, nos seus Templos e serve de “bandeira”, quando a Loja comparece a qualquer outra cerimónia.

Estar a Coberto – É o momento em que uma Loja está regularmente aberta, e isenta de olhares de profanos. Nos trabalhos da Loja, são os Vigilantes os responsáveis pela perfeita cobertura dos trabalhos.

Estar a Nível – Simbolicamente significa estar no lugar certo, estar em dia com as obrigações.

Estr∴ – Estrela

Estr∴ Flam – Estrela Flamejante

Estrela – Divindade. Tocha que servia para clarear a introdução de um Maçom, ao local onde a Loja estava reunida. Modernamente, usam-se velas, ou mesmo lâmpadas acesas por pilhas eléctricas.

Estrela de cinco pontas – Em Maçonaria tem vários usos, representando o corpo do homem com as pernas e braços abertos; representam ainda os cinco sentidos do homem. A cabeça representa o Venerável, o braço direito o Secretário, o braço esquerdo o Orador, o pé direito o 2° Vigilante, e o esquerdo o 1° Vigilante.

Estrela de nove pontas – Formada por três triângulos equiláteros sobrepostos, que representam respectivamente: o Rei Salomão, o Rei Tiro, e Hiram Abiff o “Arquitecto do Templo”.

Estrela de seis pontas – Constituída por dois triângulos equiláteros sobrepostos, que significam a fonte reprodutora, a do macho e da fêmea, aparece em muitos símbolos Maçónicos.

Estrela Flamejante ou Resplandecente – Símbolo da Divindade.

Estrelas – Luzes (ágape ritual)

Evangelho – Durante as Iniciações do passado, todos os Candidatos juraram sobre o “Evangelho”. Hoje juram sobre o “Livro Sagrado”, de religião monoteísta; excepto no Rito Moderno, onde o juramento é feito sobre a “Constituição da Potência” a que pertence a Loja.

Exacta Observância – Sistema Maçónico derivado da Estrita Observância, e tinha por fim a defesa do “jesuitismo”.

Exotérico – O que é ensinado de maneira particular, só aos Iniciados em qualquer filosofia.

Exoterismo – É o ensino que pode divulgar a filosofia, ou o lado oculto das coisas, ao vulgo em geral.

Exp – Experto

Expertos – São oficiais de uma Loja Simbólica. Há três: 1°, 2°, e 3° dependendo do Rito.

Organizado por António Jorge, M∴ M∴

Maçons Notáveis

E. Ross Adair, (14 de Dezembro de 1907 – 5 de Maio de 1983), congressista de Indiana. Iniciado na Loja Albion nº 97, Albion, Indiana.

E. Goodman, co-fundador da Ordem da Flecha dos Escoteiros

Earl Bryan Combs – Jogador de baseball da cidade de Pebworth – Kentucky. Excepcional atleta, escolhido pelo Comité Desportivo para o Hall of Fame, em 1970.

Earl L. Brewer, (11 de Agosto de 1869 – 10 de Março de 1942), 38º governador do Mississippi

Earl Warren – Juiz da cidade de Los Angeles – Califórnia. Foi o 14o. Chefe da Justiça dos Estados Unidos. Presidente da Suprema Corte (1953-1974). Foi Grão-Mestre da Grande Loja do Estado da Califórnia.

Earl Warren, Chefe de Justiça dos Estados Unidos (1953-1969). Grão-Mestre da Califórnia, 1935-1936.

Earle Page, (1880-1961), 11º primeiro-ministro da Austrália. Iniciado na Loja Prince Leopold nº 87 UGLNSW .

Eben Samuel Johnson, (8 de Fevereiro de 1866 – 9 de Fevereiro de 1939), bispo anglo-americano da Igreja Episcopal Metodista. Loja original desconhecida, mas foi admitido na Loja Kane nº 377, Ida Grove, Iowa, em 13 de Dezembro de 1907; admitido em 14 de Outubro de 1910 e admitido na Loja Landmark nº 103, Sioux City, Iowa, em 12 de Dezembro de 1910.

Eberhard Faber, fundador da Faber Pencil Company. Membro da Loja Walworth nº 271, Nova York.

Ed Doolan, apresentador de rádio dos EUA

Ed Rendell, Mayor de Filadélfia, governador da Pensilvânia

Ed Stafford, explorador, percorreu a extensão do rio Amazonas

Ed Wynn, actor e comediante americano. Membro da Loja nº 9, Pensilvânia.

Eddie Cantor, (c. 21 de Setembro de 1892 – 10 de Outubro de 1964), artista americano de “canção ilustrada”, comediante, dançarino, cantor, actor e compositor. Membro da Loja Munn nº 190, Nova York.

Eddie Rickenbacker, ás da aviação americano da Primeira Guerra Mundial. Iniciado na Loja  Kilwinning nº 297, Detroit, Michigan, em 1922.

Eddy Arnold, (1918-2008), cantor americano de música country. Membro da Loja East Nashville nº 560 F&AM, East Nashville, Tennessee.

Edgar A. Jonas, (14 de Outubro de 1885 – 14 de Novembro de 1965), congressista de Illinois. Iniciado na Loja Equity nº 878, Chicago, 11 de Abril de 1910; membro fundador da Loja Sincerity nº 982 Chicago em 12 de Novembro de 1915 e servindo como Venerável Mestre em 1944.

Edgar Dean Mitchell, astronauta da NASA que foi o piloto do módulo lunar da Apollo 14 e, portanto, a sexta pessoa a andar na Lua. Foi Demolay Chevalier e membro da Loja Artesia nº 29, Artesia, Novo México.

Edgar Quinet, (17 de Fevereiro de 1803 – 27 de Março de 1875), historiador e intelectual francês. Um Maçom, mas sua loja não é conhecida.

Edith Cowan, primeira mulher eleita para o Parlamento australiano; membro da Loja St Cuthberts, Perth (Le Droit Humain )

Edmond François Valentin About, (14 de Fevereiro de 1828 – 16 de Janeiro de 1885), romancista francês, publicitário e jornalista

Edmond Noel, (4 de Março de 1856 – 30 de Julho de 1927), 37º governador do Mississippi. Membro da Loja Lexington nº 24, Lexington, Mississippi.

Edmondo De Amicis – Novelista, escritor, poeta e autor de Oneglia – Sardenha. A sua grande obra foi “Cuore”, escrita em forma de diário. Foi traduzida para 25 idiomas, tornando-o exemplo de escritor popular e pedagógico.

Edmund Barton, (1849-1920), primeiro primeiro-ministro da Commonwealth da Austrália, presidente da assembleia legislativa. Iniciado na Loja Australian Lodge of Harmony nº 556 English Constitution em Sydney em 13 de Março de 1878.

Edmund Breese, (18 de Junho de 1871 – 6 de Abril de 1936), actor americano de teatro e cinema da era do cinema mudo. Membro da Loja St. John’s nº 6, Norwalk, Connecticut.

Edmund Burke – Filósofo, orador e estadista de Dublin. Foi secretário confidencial do Marquês de Rockingham. Frequentou o Parlamento com discursos críticos à política do Rei George III. Arthur Wellesley Wellington/Duque de Wellington – Militar da cidade de Dublin. Conhecido como o Duque de Ferro, foi comandante em várias guerras. A principal: Waterloo. Foi Grão-Mestre da Grande Loja da Irlanda.

Edmund Burke, político e filósofo irlandês.

Edmund Kean, actor inglês.

Edmund Nagle, (1757 – 14 de Março de 1830), KCB, almirante da Marinha Real do final do século XVIII e XIX. Membro da Loja Lodge of Antiquity nº 2, Londres.

Edmund Pendleton, delegado ao Congresso Continental, membro da Virginia House of Burgesses, juiz da Suprema Corte da Virgínia e estadista. Membro da Loja Fairfax nº 43, Culpeper, Virgínia.

Edmund Randolph, (1753-1813), advogado americano, sétimo governador da Virgínia, o segundo secretário de Estado dos EUA e o primeiro procurador-geral dos EUA. Membro da Loja Williamsburg nº 456; Grão-Mestre da Grande Loja da Virgínia, 1787-1789.

Edmundo Ros, músico. Membro da Loja Raminho de Acácia, Javea , Espanha.

Eduardo Abreu, (Angra do Heroísmo, 8 de Abril de 1856 – Braga, 4 de Fevereiro de 1912), mais conhecido por Eduardo Abreu, foi um médico e político com uma carreira inicialmente ligada ao Partido Progressista, mas que aderiu ao movimento republicano e teve papel relevante no período da Primeira República Portuguesa. Doutor em Medicina pela Universidade de Coimbra, foi médico extraordinário do Hospital de São José de Lisboa e sócio correspondente da Academia das Ciências de Lisboa.

Eduardo Brazão – Filho de Joaquim Brazão (Évora, Nossa Senhora da Graça do Divor, 9 de Janeiro de 1820 – ?) e de sua mulher (Lisboa, Castelo, 5 de Outubro de 1843) Maria José Franco (Cascais, Cascais, 24 de Abril de 1825 – ?). A sua irmã Júlia Emília Brazão (Lisboa, Santa Justa, 16 de Dezembro de 1864 – ?) casou com o seu enteado Manuel Maria Damasceno Rosado (Lisboa, Encarnação, 1867 – 1925), que se dizia ser filho do Rei D. Luís I de Portugal, com descendência. Casou em segundas núpcias com Maria José da Silva Reis, com a qual teve um único filho Eduardo Brazão (Lisboa, Coração de Jesus, 1907-1987), historiador e diplomata.

Eduardo Coelho – (Coimbra, 23 de Abril de 1835 – Lisboa, 14 de Maio de 1889) foi um tipógrafo, escritor e jornalista português, fundador do periódico “Diário de Notícias”. Órfão de pai aos treze anos, foi mandado pela mãe para Lisboa onde trabalhou no comércio. Depois de aprender o ofício de tipógrafo ingressou na Imprensa Nacional em 1857. Em Dezembro de 1864, com Tomás Quintino Antunes, fundou o “Diário de Notícias”, do qual foi director até à sua morte. Foi um dos fundadores da Sociedade de Geografia de Lisboa e pertenceu a numerosas colectividades, tanto nacionais como internacionais, tendo sido por diversas vezes agraciado com medalhas de mérito.

Eduardo Santos Silva – Eduardo Ferreira dos Santos Silva (Porto, 18 de Março de 1879 – Porto, 14 de Setembro de 1960) foi um médico, professor, pedagogo e político, presidente da Câmara Municipal do Porto, que se distinguiu na oposição ao regime ditatorial saído do golpe de 28 de Maio de 1926. Foi membro da Maçonaria. Nasceu na cidade do Porto a 18 de Março de 1879, filho do comerciante Dionísio Santos Silva, no seio de uma família da classe média com tradições republicanas. O pai era um destacado militante republicano, por diversas vezes preso por defender o derrube da Monarquia, o que o levou a declarar-se republicano aos 13 anos de idade.

Eduardo Santos, presidente da Colômbia e jornalista

Eduardo Vandenkolk – Militar da cidade do Rio de Janeiro – Rio de Janeiro. Foi o 1o. Ministro da Marinha, no governo de Deodoro da Fonseca. Participou nas guerras do Uruguai e Paraguai. Foi senador e vice-almirante da marinha brasileira.

Eduardo VII, rei da Grã-Bretanha

Eduardo VIII, rei da Grã-Bretanha

Edvard Beneš, (1884-1948), presidente da Checoslováquia (1935-1939, 1945-1948). Membro da Loja Ian Amos Komensky nº 1, Praga.

Edward Andrade ,(1887-1971), físico inglês. Iniciado na Loja Progresso nº 4 em 1935.

Edward Augustus Inglefield, (1820-1894), almirante inglês e explorador do Árctico

Edward B. Almon, (18 de Abril de 1860 – 22 de Junho de 1933), congressista do Alabama

Edward Bass, (23 de Novembro de 1726 – 10 de Setembro de 1803), primeiro bispo episcopal americano da Diocese de Massachusetts e segundo bispo da Diocese de Rhode Island. Admitido como membro da Loja de São João nº 1 de Portsmouth, New Hampshire, em 12 de Abril de 1758. Serviu como grande capelão da Grande Loja de Massachusetts em 1768.

Edward Bates, (4 de Setembro de 1793 – 25 de Março de 1869), advogado e estadista americano. Primeiro procurador-geral do Missouri depois que foi admitido como um estado. Procurador Geral dos Estados Unidos sob Lincoln de 1861 a 1864. Foi membro da Loja Missouri nº 12, sob a carta do Tennessee (mais tarde Missouri nº 1). Foi activo na formação da Grande Loja do Missouri. Serviu quatro mandatos como Grão-Mestre, 1825-26-27-31.

Edward Biddle, (1738-1779), soldado americano, advogado e estadista da Pensilvânia. Foi delegado ao Primeiro Congresso Continental em 1774 e 1775. Iniciado na Loja nº 2, Filadélfia, em 29 de Março de 1763.

Edward Bligh, 2º Conde de Darnley (9 de Novembro de 1715 – 22 de Julho de 1747), par irlandês

Edward Bootle-Wilbraham, 1º Conde de Lathom (1837-1898), político britânico. Membro da Loja Apollo University.

Edward Bulwer-Lytton, 1º Barão Lytton, político e escritor

Edward Buncombe, (1742 – 1778), proprietário de plantações da Província da Carolina do Norte que serviu como coronel do Exército Continental na Guerra Revolucionária Americana. Membro da Loja Unanimity Lodge nº 7 em Edenton, Carolina do Norte. As suas datas de subida de graus foram 16 de Maio, 26 de Maio e 3 de Junho de 1776.

Edward Burleson, (15 de Dezembro de 1798 – 26 de Dezembro de 1851), terceiro vice-presidente da República do Texas. Membro da Loja Clinton nº 54, Bolívar, Tennessee.

Edward E. Browne, (16 de Fevereiro de 1868 – 23 de Novembro de 1945), congressista de Wisconsin

Edward F. Arn, (19 de Maio de 1906 – 22 de Janeiro de 1998), 32º governador do Kansas. Iniciado na Loja Wyandotte nº 3, Kansas City, Kansas, em 1927. Membro do Supremo Conselho Internacional da Ordem DeMolay . Deputado ao potentado imperial do Santuário em 1954-1955.

Edward Franc Jones, (3 de Junho de 1828 – 14 de Agosto de 1913), general de brigada brevet do Exército da União durante a Guerra Civil Americana

Edward George Bruton, (17 de Fevereiro de 1826 – 3 de Agosto de 1899), arquitecto britânico. Membro da Loja Apollo University.

Edward George Earle Bulwer-Lytton – Novelista e editor da cidade de Londres. Foi editor do New Monthly Magazine. Membro do Parlamento e Secretário de Estado. Um grande novelista vitoriano.

Edward Gibbon – Escritor da cidade de Putney, Surrey. Escreveu “A História do declínio e queda do Império Romano”, em 1776. É grande destaque da literatura mundial.

Edward Gibbon, historiador e político inglês

Edward H. Jenison, (27 de Julho de 1907 – 24 de Junho de 1996), congressista de Illinois

Edward Henry Corbould, artista inglês, b. Londres 1815 d. Londres 1905

Edward Hindle, entomologista britânico

Edward Hodges Baily, (18 de Março de 1788 – 22 de Maio de 1867), escultor inglês

Edward Jenner – Médico cirurgião da cidade de Berkeley – Gloucestershire. Descobriu da vacina contra a varíola.

Edward Jenner, cientista britânico; vacina descoberta. Eleito FRS em 26 de Fevereiro de 1789; iniciado na Loja de Fé e Amizade nº 449, Gloucestershire.

Edward John Hutchins, (1809-1876), um deputado liberal no Parlamento do Reino Unido

Edward Johnson, (22 de Agosto de 1878 – 20 de Abril de 1959), tenor de ópera canadense que foi anunciado fora da América do Norte como Edoardo Di Giovanni. Gerente geral do Metropolitan Opera em Nova York de 1935 a 1950. Membro da Loja Adelphic nº348, Nova York, recebendo graus em 18 de Fevereiro, 4 de Março e 1 de Abril de 1902.

Edward Kennedy Ellington/Duke Ellington – Compositor, arranjador, líder de orquestra da cidade de Washington – DC. Excepcional pianista de Jazz, são destaques musicais “Caravan”, “In a sentimental mood”, “Take the “A” train”, entre outras. Duke é considerado o músico do século 20.

Edward L. Jackson, (27 de Dezembro de 1873 – 18 de Novembro de 1954), 32º governador de Indiana. Membro da Loja Newcastle nº 91, New Castle, Indiana.

Edward Malin, (1894-1977), actor britânico. Membro da Loja Antioquia nº 3271.

Edward O’Connor Terry, actor e comediante inglês. Membro da Loja Club nº 2190, Londres (UGLE).

Edward R. Burke, (28 de Novembro de 1880 – 4 de Novembro de 1968), senador dos EUA de Nebraska. Membro da Loja Omaha nº 288, Omaha, Nebraska.

Edward Richard Sprigg Canby, (9 de Novembro de 1817 – 11 de Abril de 1873), oficial de carreira do Exército dos EUA e general da União na Guerra Civil Americana. De acordo com Denslow, ele “era membro de uma loja no Oriente. O seu corpo foi escoltado sob os auspícios da Arte para o Templo Maçónico em Yreka e depois transportado para o Oriente, onde foi enterrado com honras maçónicas”.

Edward Sydney Woods, (1877-1953), clérigo e autor inglês, bispo de Lichfield. Membro da Loja Waddon nº 4162 (UGLE).

Edward Virginius Valentine, (12 de Novembro de 1838 – 19 de Outubro de 1930, escultor americano. Membro da Loja Dove nº 21, Richmond, Virgínia.

Edwin “Buzz” Aldrin, (1930–), astronauta americano; segundo humano a pisar em solo extraterrestre . Membro da Loja Montclair nº 144 de Nova Jersey.

Edwin Booth, (13 de Novembro de 1833 – 7 de Junho de 1893), famoso actor americano do Século XIX que viajou por toda a América e as principais capitais da Europa, realizando peças de Shakespeare. Fundou o Booth’s Theatre em 1869 em Nova York. Irmão de John Wilkes Booth. Membro honorário da Associação de Veteranos Maçónicos de Nova York.

Edwin C. Burleigh, (27 de Novembro de 1843 – 16 de Junho de 1916), 42º governador do Maine. Membro da Loja Augusta nº 141, Augusta, Maine.

Edwin C. Johnson, (1 de Janeiro de 1884 – 30 de Maio de 1970), 24º e 26º governador e senador dos EUA pelo Colorado. Membro da Loja Yampa nº 88, Craig, Colorado.

Edwin Drake, pioneiro da indústria petrolífera dos EUA. Membro da Loja Oil Creek nº 3, Titusville, Pensilvânia.

Edwin E. “Buzz” Aldrin – Astronauta de Glen Ridge – Nova Jersey. Integrou a missão da Apolo XI que pousou na lua. Foi o 2o. homem pisar em solo lunar.

Edwin Flavell, brigadeiro do Marechal de Campo Montgomery. DSO. MC. Grão-Mestre Provincial de Berkshire 1967-1985.

Edwin S. Johnson, (26 de Fevereiro de 1857 – 19 de Julho de 1933), senador dos EUA de Dakota do Sul

Edwin S. Underhill, (7 de Outubro de 1861 – 7 de Fevereiro de 1929), congressista de Nova York. Membro da Loja Steuben nº 112, Bath, Nova York, recebendo graus em 16 de Março, 20 de Abril e 18 de Maio de 1887.

EE Clive, actor britânico de teatro e cinema; Euclides Lodge, Massachusetts

Egas Moniz – nascido António Caetano de Abreu Freire de Resende, conhecido popularmente como António Egas Moniz GCSE; GCB (Avanca, Estarreja, 29 de Novembro de 1874 – São Sebastião da Pedreira, Lisboa, 13 de Dezembro de 1955) foi um médico, neurocirurgião, pesquisador, professor, político e escritor português. Responsável pelo desenvolvimento da arteriografia, ou angiografia cerebral em 1927, descoberta que revolucionou a medicina e a neurocirurgia, permitindo o diagnóstico dos tumores cerebrais e o diagnóstico e tratamento do aneurisma cerebral e da MAV (malformação arteriovenosa). Foi três vezes indicado ao prémio Nobel por esta descoberta (1928, 1929, 1930). Inventor do procedimento neurocirúrgico denominado leucotomia pré-frontal, que possibilitou o surgimento da psicocirurgia, por esta última descoberta foi galardoado com o Nobel de Fisiologia ou Medicina em 1949, partilhado com o fisiologista suíço Walter Rudolf Hess.

Egbert B. Brown, (4 de Outubro de 1816 – 11 de Fevereiro de 1902), general da União no Teatro Trans-Mississippi da Guerra Civil Americana. Membro da Loja Toledo nº 144, Toledo, Ohio.

Egberto Ludovicus Viele, (17 de Junho de 1825 – 22 de Abril de 1902), congressista de Nova York e general do Exército da União durante a Guerra Civil Americana. Membro da Loja Kane nº 545, Nova York.

Eileen Gray, ciclista internacional e fundadora da Women’s Cycle Racing Association

Elbert Nostrand “Bert” Carvel, (9 de Fevereiro de 1910 – 6 de Fevereiro de 2005), 61º e 64º governador de Delaware. Iniciado na Loja Hope nº 4, Laurel, Delaware.

Elbert S. Brigham, (19 de Outubro de 1877 – 5 de Julho de 1962), congressista de Vermont

Elbridge Gerry – Servidor público e político da cidade de Marblehead – Massachussets. Foi governador do estado por duas vezes e vice-presidente no governo James Madison. É um dos signatários da Declaração da Independência.

Eleazar Segundo Afonso de Carvalho – Regente, compositor e instrumentista da cidade de Iguatu (CE). Autor da ópera “Descobrimento do Brasil”. Primeiro brasileiro a reger a Sinfónica de Boston. Regeu as Filarmónicas de Berlim e Viena. Primeiro regente da Sinfónica do Estado e criador do Festival de Inverno de Campos do Jordão.

Eleutério Francisco de Castelo Branco – Eleutério Francisco de Castelo Branco (Beja, 19 de Outubro de 1803 – ?) foi um clérigo e maçon português. Foi Cónego da Sé de Lisboa e Vigário Geral de Elvas. Destacado liberal, foi preso durante o reinado de D. Miguel I de Portugal. Iniciado Maçon com o nome simbólico de Ganganelli, tinha o Grau 33 do Rito Escocês Antigo e Aceite. Foi o 15.º Grão-Mestre interino do Grande Oriente Lusitano de 1849 a 1850.

Elias Ashmole – Humanista, físico, astrólogo e alquimista da cidade de Lichfield. Historiógrafo da Ordem da Jarreteira, membro da Royal Society, doutor em física pela Universidade de Oxford.

Elias Ashmole, (1617–1692), antiquário e político inglês, Membro da Loja Warrington, Lancashire

Elias Cornelius Boudinot, (1 de Agosto de 1835 – 27 de Setembro de 1890), advogado Cherokee, político e oficial militar. Delegado à convenção de secessão do Arkansas, Boudinot serviu como coronel no Exército dos Estados Confederados e foi eleito representante do Arkansas no Congresso Confederado. Acredita-se que Albert Pike lhe conferiu o 32° em 1886. Morreu em 27 de Setembro de 1890 e foi enterrado com honras maçónicas pela Loja Belle Point nº 20 de Fort Smith, Arkansas.

Elihu Emory Jackson, (3 de Novembro de 1837 – 27 de Dezembro de 1907), 41º governador de Maryland. Membro da Loja Wicomico nº 91, Salisbury, Maryland.

Elijah Boardman, (7 de Março de 1760 – 18 de Agosto de 1823), senador dos EUA de Connecticut. Membro da Loja Columbia nº 25 em Stepney, Connecticut, e em 1809 da Loja Hiram nº 1, New Haven.

Elijah Wadsworth, general da milícia de Ohio. Mestre da Loja Erie (mais tarde Loja Western Star nº 21) em Ohio, 1813.

Elizabeth Aldworth ,(1693/95-1773/1775), Ingressou no Grau de Aprendiz e Companheiro em 1712.

Elkanah Watson, empresário da revolução americana, associado de John Brown (político de Rhode Island).

Elliott Belgrave, (16 de Março de 1931 – ) GCMG, KA, CHB, QC, Governador-Geral de Barbados, Past Grão-Mestre Distrital da Grande Loja Distrital de Barbados (Constituição Escocesa)

Elliott Roosevelt, oficial da Força Aérea dos EUA e autor, filho de Franklin Delano Roosevelt. Iniciado em 17 de Fevereiro de 1933, na Loja Architect’s nº 519, Nova York.

Ellis Arnall, (20 de Março de 1907 – 13 de Dezembro de 1992), 69º governador do estado norte-americano da Geórgia de 1943 a 1947. Membro da Loja Cowetta nº 60 em Newnan, Geórgia.

Elmano Gomes Cardim – Jornalista e político da cidade de Valença (RJ). Trabalhou no Jornal do Comércio, foi director da Associação Comercial do Rio, presidente da Sociedade Brasileira da Cultura Inglesa, oficial de gabinete do Ministério da Justiça e funcionário do Arquivo Nacional.

Elmer Austin Benson, (22 de Setembro de 1895 – 13 de Março de 1985), 24º governador de Minnesota. Iniciado na Loja Appleton nº 137, Appleton, Minnesota, em 3 de Janeiro de 1917.

Elmer Burkett. (1 de Dezembro de 1867 – 23 de Maio de 1935), senador dos EUA e congressista de Nebraska.

Elmer E. Barlow, (18 de Maio de 1887 – 26 de Junho de 1948), jurista americano de Wisconsin.

Eloy Alfaro, (25 de Junho de 1842 – 28 de Janeiro de 1912), serviu como presidente do Equador de 1895 a 1901 e de 1906 a 1911.

Ely S. Parker, porta-voz de Seneca, secretário militar de Ulysses S. Grant. Iniciado na Loja Batavia nº 88, Batavia, Nova York, e mais tarde afiliado na Loja Valley nº 109. Fundador e primeiro Venerável Mestre da Loja Akron nº 527 de Nova York. A Loja Ely Parker nº 1002 de Buffalo, Nova York, recebeu o seu nome.

Emanuel Schikaneder, empresário, dramaturgo, actor, cantor e compositor alemão. É lembrado hoje como o libretista de Mozart para A Flauta Mágica, uma ópera com temas maçónicos.

Emerson R. Boyles, (29 de Junho de 1881 – 30 de Novembro de 1960), membro da Suprema Corte de Michigan de 1940 a 1956.

Emídio Guerreiro – (Nossa Senhora da Oliveira, Guimarães, 6 de Setembro de 1899 – Guimarães, 29 de Junho de 2005) foi um professor de Matemática e político português, opositor do Estado Novo. Emídio Guerreiro, filho de António Guerreiro, 2.º sargento de infantaria, natural de Santo André de Painzela, e de Maria de Oliveira, dona-de-casa, natural de Nossa Senhora da Oliveira, Guimarães, nasceu na Rua de São Dâmaso, em Oliveira do Castelo, Guimarães, a 6 de Setembro de 1899, pelas seis horas da manhã. Cedo aderiu aos ideais da República, tendo combatido, como voluntário, na Primeira Guerra Mundial. Em 1927 licenciou-se em Matemática, na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, onde foi aluno de Francisco Gomes Teixeira. Após o Golpe do 28 de Maio, em 1926, junta-se aos opositores da Ditadura Militar. Em 1928, no Porto, funda a loja maçónica A Comuna do Grande Oriente Lusitano Unido. Em 1931 é admitido como assistente extraordinário na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, mas acaba por ser afastado, por interferência da PVDE. Em 1932 é preso por escrever um texto contra o presidente Óscar Carmona, evadindo-se um ano depois.

Emídio Rangel – O mais velho de quatro irmãos, Emídio Rangel iniciou a sua carreira profissional em Angola, corria o ano de 1965. Sem ter qualquer relação com a comunicação social – o pai, madeirense, era operador de máquinas, e a mãe, angolana, de origem boer, era doméstica -, Rangel começou como locutor de um programa para jovens na Rádio Club da Huíla. Antes disso, participara na edição do jornal escolar O Padrão, no Liceu Diogo Cão, em Sá da Bandeira, o que motivara o convite para a rádio. Da rádio da Huíla passou para a Rádio Comercial de Angola, onde a partir de 1967 fez sucesso com o programa Nocturno. Sem deixar a rádio – viria depois a dirigir a Rádio Comercial de Angola – fez tropa e preparação como comando do Exército; a alta classificação obtida na instrução militar colocou-o em Vila Pereira de Eça, uma zona quer era inicialmente tranquila, mas que a abertura de nova região militar por parte do MPLA viria a colocar sob ameaça. Na sequência do 25 de abril de 1974, Emídio Rangel instalou-se em Lisboa em 1975, em pleno PREC. Já casado e com uma filha, decide retomar os estudos e ingressar na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde viria a licenciar-se em História. A seguir ainda frequentou Direito e o mestrado de Comunicação Social da Universidade Nova de Lisboa, que deixou por terminar.

Émile Combes, primeiro-ministro francês.

Émile Jean-Horace Vernet, (30 de Junho de 1789 – 17 de Janeiro de 1863), pintor francês.

Emílio Aguinaldo, (1869-1964), presidente das Filipinas. Membro da Loja Pilar nº 203 (agora Loja Pilar nº 15) em Imus Cavite e fundador da Loja Magdalo nº 31 (renomeada Loja Emílio Aguinaldo nº 31 em sua homenagem).

Emílio Martins Costa – (Portalegre, no Alto Alentejo, 21 de Fevereiro de 1877 – Lisboa, 17 de Fevereiro de 1952) foi um político, escritor e professor português originário numa família oriunda da burguesia liberal. Corria o ano de 1896 chegou a Lisboa a fim de frequentar o então Instituto Industrial, onde procedeu à sua matricula no Curso Superior de Letras. Terá sido durante o período de estudante que adquiriu as preocupações sociais e intelectuais que marcariam as suas acções futuras no seio da comunidade, mas também uma experiência política e social que moldou o seu modo de actuar no futuro. Foi em 1897 que entrou de forma decisiva no mundo da política ao assinar o Manifesto Académico Republicano, tendo também na mesma altura participado fundação do Centro Académico Republicano, ambos relacionados com a Maçonaria Académica. Ainda como estudante fez corpo activo da Maçonaria Académica, passando daqui para a Carbonária Portuguesa. Foi, também, membro activo da Loja Maçónica Montanha onde chegou ao grau de mestre. Na literatura activa destacou-se entre várias actividades pela fundação do jornal “O Amigo do Povo”, que foi editado entre os anos de 1901 e 1903. Nesta publicação periódica, e sob o pseudónimo de Demétrio, defendeu as suas ideias anarquistas e libertárias.

Emin Arslan, (1868-1943), jornalista e diplomata libanesa.

Emmanuel Carasso, advogado e político otomano, Grão-Mestre da Macedónia.

Emmett Kelly, (1898–1979), artista de circo americano que criou a memorável figura do palhaço “Weary Willie”. Membro da Loja Sarasota  nº 147, Scottish Rite Valley of Tampa e Egypt Shrine Temple, Tampa, Florida.

Enrico Fermi – Físico e professor de Roma. Descobriu novos elementos radiactivos produzidos pela irradiação de neutrões e reacções nucleares. Prémio Nobel de Física de 1938. Membro da Loja Adriano Lemmi, Roma, 1923.

Enzo Maiorca, mergulhador livre italiano. Membro da Loja Archimede , Siracusa, Itália.

Epitácio Lindolfo da Silva Pessoa – Advogado e político da cidade de Umbuzeiro – Paraíba. Foi deputado, ministro da justiça, ministro do Supremo Tribunal Federal e presidente da república entre 1919 e 1922.

Erasmus Darwin, médico inglês, filósofo, poeta, avô de Charles Darwin. Membro da Loja Canongate Kilwinning nº 2, Edimburgo, Escócia.

Eric Fraser, empresário e funcionário público britânico, director-geral de produção de aeronaves durante a Segunda Guerra Mundial. Membro da Loja Royal Somerset House & Inverness nº 4 (UGLE).

Ernest Borgnine, (1917-2012), actor americano. Membro da Loja Abingdon nº 48; no entanto, outra fonte indica a Loja Melrose nº 63, Califórnia.

Ernest E. Cole, Comissário de Educação do Estado de Nova York (1940-1942)

Ernest R. Breech, (1897 – 1978), executivo corporativo americano. Lembrado pelo seu trabalho na revitalização da Ford Motor Company nos anos seguintes à Segunda Guerra Mundial. Também trabalhou em funções semelhantes na Trans World Airlines e noutras empresas. Iniciado na Loja Austin nº 850, Chicago, foi o Soberano Grande Inspector Geral do Rito Escocês no Michigan.

Ernesto de Vasconcelos – (Almeirim, 17 de Setembro de 1852 – Lisboa, 15 de Novembro de 1930), foi um militar da Armada Portuguesa, onde atingiu o posto de vice-almirante, engenheiro hidrógrafo, explorador e geógrafo, presidente e secretário perpétuo da Sociedade de Geografia de Lisboa. Foi autor de numerosas obras de temática colonial e sobre os Descobrimentos Portugueses. Foi membro da Maçonaria. Nasceu em Almeirim, onde o seu pai exercia clínica, filho do médico-cirurgião António Germano Falcão de Carvalho e de sua mulher, Maria Amália Lobão de Vasconcellos. Neto de um oficial da Armada, pois seu avô materno fora capitão-de-fragata, resolveu seguir a vida militar e depois de estudos preparatórios em Almeirim e Santarém, em 1863, aos 11 anos de idade, assentou praça na Armada Portuguesa. Em 1879, com 23 anos de idade, foi promovido ao posto de guarda-marinha. Especializou-se então com o curso de engenheiro hidrógrafo, colaborando em diversos levantamentos hidrográficos na costa portuguesa, entre os quais os das barras do Tejo e do Guadiana.

Ernesto de Vilhena – (Ferreira do Alentejo, Ferreira do Alentejo, 4 de Junho de 1876 – Lisboa, 14 de Fevereiro de 1967) foi um militar, político, administrador e coleccionador de arte português. Filho de Júlio Marques de Vilhena, primo em segundo grau do 1.º Visconde de Ferreira do Alentejo, e de sua mulher Maria da Piedade Leite Pereira Jardim, irmã do 1.º Conde de Valença e filha do 1.º Visconde de Monte São. Capitão-tenente oficial da Armada, 15.º Ministro das Colónias de 25 de Abril a 10 de Dezembro de 1917 e Ministro dos Negócios Estrangeiros interino de 19 de Novembro a 10 de Dezembro de 1917 pelo Partido Democrático no 14.º governo republicado, chefiado por Afonso Costa, e deposto pela Junta Revolucionária de 1917 encabeçada por Sidónio Pais. Foi fundador e presidente da Companhia de Diamantes de Angola, até a 8 Agosto 1966, notável coleccionador de arte, comendador da Ordem Militar de São Bento de Avis a 11 de Março de 1919, Comendador da Antiga, Nobilíssima e Esclarecida Ordem Militar de Sant’Iago da Espada, do Mérito Científico, Literário e Artístico e Grã-Cruz da Ordem do Império Colonial, a 27 de Novembro de 1944, Grande-Oficial da Ordem de Leopoldo I da Bélgica, oficial da Ordem da Estrela de Anjouan das Comores, etc.

Ernesto Korrodi, (Zurique, 31 de Janeiro de 1870 – Leiria, 3 de Fevereiro de 1944), foi um arquitecto de origem suíça que se naturalizou português. Foi um dos pioneiros e dos mais bem sucedidos arquitectos da Arte Nova em Portugal, tendo recebido o Prémio Valmor por duas vezes. É autor de cerca de 400 projectos em Portugal. Korrodi veio para Portugal através de um concurso lançado na Embaixada de Portugal em Berna, em que se procuravam professores de desenho para as escolas portuguesas. Antes, Korrodi completara os cursos de escultor decorador e de professor de desenho, na Escola de Arte Industrial de Zurique. Após uma breve estadia em Itália, candidatou-se às escolas portuguesas, e em 1889 começou a exercer funções na Escola Industrial e Comercial de Braga, onde ficaria até 1894. Neste ano foi transferido para a Escola Industrial e Comercial de Leiria, leccionando Desenho Ornamental e Modelagem. Fez parte da Maçonaria, tendo sido iniciado em 1908 na Loja Trindade Leitão, em Alcobaça, pertencendo ao Grande Oriente Lusitano Unido.

Ernesto Nathan (5 de Outubro de 1848 – 9 de Abril de 1921), prefeito de Roma, 1907-1914. Grão-Mestre do Grande Oriente da Itália em 1896.

Ernesto Vieira da Rocha, (Évora, 18 de Outubro de 1872 – Lisboa, 16 de Abril de 1952), mais conhecido por Vieira da Rocha, foi um militar do Exército Português, onde atingiu o posto de general, e político do período final da Primeira República Portuguesa. Foi Ministro da Guerra, em vários governos, e Ministro das Colónias. Após o Golpe de 28 de Maio de 1926 foi director da Arma de Cavalaria do Exército Português (1930 a 1931) e em 1934 Presidente da Comissão Executiva do estátua ao Marquês do Pombal, em Lisboa, tendo sido responsável pela fase final da construção daquele monumento. Foi membro da Maçonaria e dirigente do Grande Oriente Lusitano.

Ernst Ingmar Bergman – director de cinema sueco. “Morangos Silvestres” é um dos seus filmes mais importantes.

Erwin Seignemartin – Contabilista e administrador financeiro da cidade de Ribeirão Preto (SP). Foi um dos mais activos conferencistas de temas maçónicos. Membro da Academia Maçónica Paulista de Letras. Foi Secretário de Relações Exteriores e Grão-Mestre da GLESP.

Esmé Chinnery, (1886–1915), soldado inglês, jogador de críquete e aviador militar pioneiro. Iniciado na Loja Apollo University, Oxford.

Esmeraldo Tarquínio de Campos Filho – Advogado e político da cidade de Santos – São Paulo. Foi deputado e prefeito de Santos (1968-1969).

Estêvão Amarante – (Lisboa, 9 de Janeiro de 1894 – Porto, 6 de Dezembro de 1951) foi um actor português. Desde criança, no Teatro do Infante, revelou talentos que o afamaram na opereta, revista e comédia musicada. Prosseguiu nas barracas de feira, até se consagrar no saloio Sebastião Barbosa de O Conde Barão. Triunfal em João Ratão, popularizou figuras características. Integrou o elenco da Companhia de Amélia Rey Colaço/Robles Monteiro, no Teatro Nacional D. Maria II. No cinema, ocupava agora papéis secundários como no filme castelhano Es Peligroso Asomarse al Exterior (É Perigoso Debruçar-se, 1946) ou a comédia O Grande Elias (1950). Fez parte da Maçonaria, tendo sido iniciado em 1918 na Loja Gil Vicente, com o nome simbólico de Leoni.

Ethan Allen, (1 de Janeiro de 1904 – 15 de Setembro de 1993), jogador da Major League Baseball americano de 1926 a 1938. Membro da Loja Yeatman Lodge nº 162, Cincinnati, Ohio.

Etienne Alexandre Millerand – Advogado e estadista da cidade de Paris. Foi editor do jornal “A Pequena República”. Foi líder da esquerda socialista e presidente da França, de 1920 a 1924.

Etienne-Nicolas Mehul – Compositor da cidade de Givet – Ardennes. Teve grande influência no desenvolvimento da Ópera Francesa. Célebre pela sua famosa “Chant du départ”.

Ettore Ferrari, escultor italiano. Grão-Mestre do Grande Oriente d’Itália .

Eubie Blake – Pianista e compositor de Baltimore – Maryland. Começou a tocar com 4 anos de idade, tornou-se um grande músico de Ragtime.

Eugène de Beauharnais, (3 de Setembro de 1781 – 21 de Fevereiro de 1824), vice-rei da Itália sob Napoleão.

Eugène Edine Pottier, compositor francês da Internationale

Eugene Goblet d’Alviella, vice-chanceler da Université libre de Bruxelles e senador belga.

Eugène Rose de Beauharnais – Militar, príncipe e vice-rei, nascido em Paris. General francês, duque de Leuchtenberg, príncipe de Eichstaett, vice-rei da Itália. Era filho adoptado por Napoleão Bonaparte.

Eugene V. Debs, sindicalista americano, político e candidato presidencial do Partido Socialista da América. Membro da Loja Terre Haute nº 19.

Eugénio de Oliveira – (Goa, 30 de Agosto de 1932 – 6 de Junho de 2014) foi um militar e maçon português. Filho de Eugénio de Oliveira e de sua mulher Suzete Maria Ribeiro Filipe, foi casado e pai de duas filhas. Ingressou na Escola do Exército da Academia Militar a 23 de Outubro de 1952, e foi promovido a Alferes em data desconhecida de 1955. Em 1957, iniciou a sua actividade de resistência organizada ao regime do Estado Novo, ao assumir a distribuição da revista “Tribuna Militar” na Região Centro de Portugal, efectuando, também, os contactos pessoais tendentes à divulgação do Ideário Democrático no meio castrense. Foi promovido a Tenente a 1 de Dezembro de 1957. Em 1959, participou no Movimento Revolucionário de 12 de Março, mais conhecido por Revolta da Sé. Foi promovido a Capitão em 1960. Por ter tomado parte activa e preponderante na rebelião armada que culminou com o assalto ao Regimento de Infantaria 3, em Beja, na madrugada de 31 de Dezembro para 1 de Janeiro de 1962 (sic, ficha da PIDE), que ficou conhecida como a Revolta de Beja, foi preso a 2 de Janeiro de 1962, torturado e expulso do Exército na mesma data.

Eusébio Leão – (Gavião, Gavião, 2 de Fevereiro de 1864 – Lisboa, 21 de Novembro de 1926) foi médico e político republicano português.  Filho de Eusébio Lourenço, de Nisa, Amieira do Tejo, e de sua mulher Ana Heitor, de Gavião, Atalaia e irmão de Ramiro Leão. Formou-se na Escola Médico-Cirúrgica de Lisboa em 1890, exercendo clínica como médico municipal em Gavião até 1895. Fez estágios em Paris e Berlim e especializou-se em urologia. Já instalado em Lisboa, colabora em numerosas publicações, entre as quais a revista A Imprensa (1885-1891) e participa activamente na propaganda republicana em torno da questão do Ultimatum britânico de 1890. Entrou para a Maçonaria em 1893. Foi um dos fundadores do jornal “A Pátria” e, em Outubro de 1909, viria a ser eleito secretário do Directório do Partido Republicano Português, apresentando-se diversas vezes como candidato a deputado embora sem nunca ter sido eleito.

Evans Carlson, (26 de Fevereiro de 1896 – 27 de Maio de 1947), general de brigada do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA que serviu em ambas as guerras mundiais.

Evelyn Baring, 1º Barão Howick de Glendale (29 de Setembro de 1903 – 10 de Março de 1973), administrador colonial britânico e membro da Loja Apollo University.

Everett Dirksen, congressista dos EUA e líder da minoria do Senado dos EUA.

Ewell Kirk Jett, (20 de Março de 1893 – 28 de Abril de 1965), engenheiro-chefe e mais tarde comissário da Comissão Federal de Comunicações dos EUA no final dos anos 1930 e 1940, servindo brevemente como presidente da comissão

Ezra Ames, (1768-1836), pintor de retratos americano.

Organizado por António Jorge, M∴ M∴

Nota: Agradeço a quem tenha mais Palavras para acrescentar ao Dicionário, mais Maçons Notáveis, ou considere que há incorrecções, que me contacte através do email freemason.pt@gmail.com

Brasil Maçom
Brasil Maçom
Artigos: 100

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Descubra mais sobre Brasil Maçom

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading